Publicidade Publicidade Publicidade Publicidade Publicidade Publicidade Publicidade

SAMU de Sapucaia realiza o atendimento de urgência e emergência

 

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) realiza o atendimento de urgência e emergência em qualquer lugar: residências, locais de trabalho e vias públicas.

O socorro começa com a chamada gratuita, feita para o telefone 192. A ligação é atendida por técnicos que identificam a emergência e transferem o telefonema para um médico, que faz o diagnóstico da situação e inicia o atendimento no mesmo instante, orientando o paciente, ou a pessoa que fez a chamada, sobre as primeiras ações.

O SAMU está entre as ações mais reconhecidas do SUS de acordo com a situação do paciente, o médico pode orientar a pessoa a procurar um posto de saúde, enviar ao local uma ambulância com auxiliar de enfermagem e socorrista ou uma UTI móvel, com médico e enfermeiro. Ao mesmo tempo ele avisa sobre a emergência ao hospital público mais próximo para que a rapidez do tratamento tenha continuidade.

A unidade do SAMU de Sapucaia, conta com a Coordenação da Enfermeira Delizangela Gonçalves de Melo, que possui Formação em Resgatista/Socorrista, Pós Graduação em Enfermagem do Trabalho, e iniciou curso de Pós Graduação em Urgência e Emergência - COREN / RJ287.552.

E com equipe de 4 (quatro) Técnicos de Enfermagem/Resgatista: Josinei de Souza Portes – COREN 94.626; Margarete dos Santos – COREN711.292; Maria Clara Duarte Pontes – COREN813.361; Robson da Silva Rocha – COREN711.223.

E 4 (quatro) Condutores/Resgatista:Clayton Tenente de Azevedo; Wallace de Souza Bastos; Ronaldo Mesquita Damasceno; Fabiano Rodrigues de Mello.

Sendo todos os técnicos de Enfermagem com formação em Socorro/Resgate, e todos os Condutores com formação em Socorro/Resgate, sendo os condutores com certificado de Veículo de Emergência. Os profissionais do SAMU trabalham na carga horária de 24/72hs, sendo um técnico e um condutor por plantão.
Toda essa equipe trabalha imbuída no sentimento de amor, dedicação e empenho para que sejam atenuadas as perdas, as dores de cada especificidade das solicitações em que são chamados.

Essa conquista do Governo Anderson Zanon, que é uma realidade desde julho de 2012 realiza por mês uma média de 50 atendimentos, tem ajudado a reduzir o número de óbitos, o tempo de internação em hospitais e as sequelas decorrentes da falta de socorro.

 

Comunicação PMS / Foto: Sindiclei Baião

Comentários

  1. wanderluce aparecida dos santos | sapucaia, rj
    03/05/2013

    Parabéns a Sapucaia por mais esse serviço de saúde publica,mas deixo aqui o meu pedido que venha um braço desse atendimento para Jamapara...

Participe também com sua opinião.






Obs.: Seu comentário passará pela aprova&ccedção da equipe do Jornal Agora antes de ir ao ar.