Quarta, 02 Outubro 2019 00:00

Coluna Sindijori

Avalie este item
(0 votos)

Cresce pessoas com transtornos compulsivos
A cada dia o número de pessoas diagnosticadas com transtornos compulsivos cresce em Uberaba. A fraqueza mental impactada pelas vivências da infância, estrutura familiar, falta de afeto e depressão são motivos que colaboram para isso. Segundo a psicóloga especialista em comportamento compulsivo Ana Seabra, no consultório os principais tipos são compulsão por drogas, compras, jogos e alimentar. Na avaliação da profissional, a mais preocupante é a compulsão por drogas lícitas ou ilícitas. (Jornal da Manhã - Uberaba)

Decreto beneficia comércio de Mariana
O prefeito de Mariana, Duarte Júnior, assinou o Decreto que favorece o comércio local em licitações e compras diretas. De acordo com o documento, as microempresas e empresas de pequeno porte vão ter um tratamento diferenciado nas contratações públicas de bens, serviços e obras, no âmbito da administração pública municipal. Em reunião na sede da Associação Comercial Industrial e Agropecuária de Mariana, a equipe da Secretaria de Planejamento, Suprimentos e Transparência apresentou o Decreto e respondeu as dúvidas dos empresários marianenses presentes no encontro. Na oportunidade, o prefeito Duarte reforçou a importância da iniciativa para o fortalecimento da economia no município. (Portal da Cidade- Mariana)

JF tem 600 novos casos de câncer
De repente, elas perdem o cabelo, uma parte do seio e a autoestima. Eles precisam enfrentar os preconceitos envolvendo o exame que diagnostica o câncer de próstata para tirar do pódio a doença que é a segunda maior causa de morte entre a população masculina. A cada ano, pelo menos, 300 novos casos de câncer de mama e o mesmo número de câncer de próstata são registrados em Juiz de Fora. Apesar dos números, a patologia possui cerca de 90% de chance de cura quando é descoberta em estágio inicial. Ainda que o diagnóstico pareça o fim, na verdade, ele é o início de uma nova vida.

Formiga pode ser primeira a receber dívida
Desde 2017, as cidades mineiras estão tendo dificuldades financeiras por ocasião dos sucessivos atrasos e da paralisação dos pagamentos, por parte do Estado, referentes às transferências obrigatórias. No momento de crise, as gestões municipais precisaram controlar os gastos e diminuir a realização de obras e melhorias nas cidades, fato que afeta diretamente os cidadãos. No entanto, esta situação pode ser revertida antes mesmo do período esperado. Nesta segunda-feira, 30, a Prefeitura de Formiga encaminhou ao Legislativo um Projeto de Lei que dispõe sobre a cessão onerosa dos direitos creditórios provenientes dos atrasos dos valores devidos pelo Estado ao município, que seriam divididos em 33 parcelas. Esta ação consiste na antecipação do recebimento dos débitos. (Jornal Nova Imprensa- Formiga)

Informações adicionais

  • Cidade: Além Paraíba - MG

Deixe um comentário