Quinta, 21 Novembro 2019 00:00

Coluna Sindijori

Avalie este item
(0 votos)

Lei dos canudinhos entra em vigor
A partir desta segunda-feira, 18, estabelecimentos comerciais de Juiz de Fora estão proibidos de fornecer canudos plásticos aos clientes. A limitação se dá 120 dias após a sanção da lei municipal 13.904/2019, que estabeleceu este prazo para que os comerciantes se adequassem antes de a nova regra entrar em vigor. Conforme a Secretaria de Meio Ambiente e Ordenamento Urbano (Semaur), a fiscalização começa de forma imediata ao término do período de adaptação, ou seja, na segunda-feira. Com a mudança, os empresários juiz-foranos ficam restritos aos canudos reutilizáveis, recicláveis ou biodegradáveis. (Tribuna de Minas- Juiz de Fora)

Prova de vida será domiciliar em Muriaé
A Câmara de Muriaé aprovou, na semana que passou, o projeto que dispõe sobre a obrigatoriedade da instituição bancária realizar visita domiciliar para prova de vida de benefícios do INSS e outras providências em situação que impossibilita o comparecimento à agência. De acordo com o projeto, a visita domiciliar poderá ser solicitada somente se o pensionista estiver impossibilitado de comparecer à agência, por problemas graves de saúde e de locomoção, que deverão ser comprovados por atestado médico atualizado, com a identificação legível do médico, juntamente com cópia do documento de identidade do pensionista. (Gazeta de Muriaé)

Uberaba tem boa gestão, mas índice crítico
Se no País uma em cada três cidades não possui arrecadação própria suficiente para bancar sua estrutura administrativa, em Minas Gerais a situação é ainda pior. Foi o que revelou o indicador de gestão fiscal dos municípios da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), através do estudo Índice Firjan de Gestão Fiscal. Em Minas, 56,5% dos municípios estão em estado crítico quanto à gestão fiscal. Uberaba ocupa o 720º lugar no ranking nacional e o 52º em Minas Gerais. Os índices do município foram de 0,6896 no IFGF, ou seja, boa gestão; 1,0 em autonomia, o que representa gestão de excelência; 1,0 em gastos com pessoal, também gestão de excelência; 0,2435 em investimentos, representando gestão crítica, e 0,5147 em liquidez. (Jornal da Cidade- Uberaba

Leopoldina em 2º lugar em Saúde Bucal
O Presidente do Conselho Regional de Odontologia de Minas Gerais, Alberto Magno da Rocha Silva, assinou no dia 26 de outubro de 2019, o Certificado conferindo ao Setor de Saúde Bucal da Secretaria Municipal de Saúde de Leopoldina, a segunda colocação no Prêmio Estadual de Saúde Bucal 2019 do CROMG na categoria Municípios com população entre 50.001 e 100.000 habitantes. O Prêmio Estadual de Saúde Bucal do Conselho Regional de Odontologia de Minas Gerais tem o objetivo de premiar os municípios mineiros que se destacaram na implantação e efetivação de políticas públicas de saúde bucal. (Jornal Leopoldinense- Leopoldina)

Informações adicionais

  • Cidade: Além Paraíba - MG

Deixe um comentário