Segunda, 13 Julho 2015 00:00

Filho de pastor sofre traumatismo craniano, passa por cirurgia e está bem

Avalie este item
(0 votos)

Já está totalmente recuperado e em sua residência, ao lado de seus pais— o Pastor Marson Leite (da Igreja Mundial do Poder de Deus) e Ana Paula Amaro— o menino Mateus, de dois anos, que teve um traumatismo craniano após um acidente ocorrido no dia 22 de maio, quando um portão caiu sobre ele. Na ocasião do acidente, o menino foi levado em estado grave para o Hospital São Salvador. A demora na transferência chegou a levantar, por parte de populares, nas redes sociais, acusações e críticas contra os médicos do HSS, sugerindo que teria havido negligência por parte do hospital. A criança foi atendida pela Dra. Érica Lameira que, contatada pela reportagem do jornal AGORA, relatou que fez todos os procedimentos necessários ao caso, constatando de imediato que o estado de saúde de Mateus era grave, porém estável, mas que necessitaria de uma transferência urgente. O procedimento de transferência, em casos como o de Mateus (com risco iminente de vida) é feito através do SAMU. Através do Sistema SUS Fácil, foi conseguida uma vaga para Mateus no HPS de Juiz de Fora, mas os pais pediram o cancelamento da vaga, pois, através de um deputado amigo da família, eles haviam conseguido uma internação em um hospital do Estado do Rio. Porém, algum tempo depois,a família resolveu levar o garoto para Juiz de Fora. Daí aconteceu a demora na transferência do menino. Ao ser dada baixa no sistema SUS Fácil, teve que ser reaberto um novo processo de busca de vagas e só bem mais tarde é que foi conseguida uma nova vaga para a criança, desta vez, no Hospital Monte Sinai, de Juiz de Fora. Nova polêmica aconteceu, pois não havia médico para acompanhar a ambulância do SAMU com a criança. A Secretaria Municipal de Saúde, por sua vez, por questões de ordem burocrática e hierárquica, não pode ceder médico da Secretaria de Saúde para o SAMU. Mateus, finalmente, foi levado, em uma ambulância de Sapucaia, já no final da tarde, para o Hospital Monte Sinai em Juiz de Fora e lá chegando, verificou-se que a criança precisaria passar por uma cirurgia, para estancar o coágulo do traumatismo craniano. Tal cirurgia não havia condições de ser feita no Monte Sinai. Novamente, com a ajuda do deputado amigo da família, o menino foi, então, transferido para um hospital particular no município de Duque de Caxias no Rio de Janeiro, o Hospital Daniel Lipp, onde ele conseguiu ser operado. Felizmente, os procedimentos cirúrgicos tiveram sucesso e a saúde do menino foi restabelecida com rapidez. Muitas foram as correntes de orações feitas em favor de Mateus, na igreja evangélica Mundial do Poder de Deus e também através das redes sociais.

Informações adicionais

  • Cidade: Além Paraíba - MG

Deixe um comentário

alemfitnessdentro
whatsapp_jornal
rvsound
laisclaronutr
farol
portosunset