Quinta, 17 Dezembro 2015 00:00

BAHAMAS DESISTE DO PEDIDO DE DESTOMBAMENTO DA ROTUNDA

Avalie este item
(0 votos)
Quatro dias depois do Bahamas ter desistido do pedido de destombamento, na manhã do dia 13 de dezembro último, parte da parede externa e parte do telhado do imóvel onde se localizam a rotunda e o prédio do escritório desabaram. O desmoronamento atingiu o local onde, no passado, funcionou a tornearia. Essa parte do imóvel não é tombada pelo patrimônio histórico municipal. Quatro dias depois do Bahamas ter desistido do pedido de destombamento, na manhã do dia 13 de dezembro último, parte da parede externa e parte do telhado do imóvel onde se localizam a rotunda e o prédio do escritório desabaram. O desmoronamento atingiu o local onde, no passado, funcionou a tornearia. Essa parte do imóvel não é tombada pelo patrimônio histórico municipal. Facebook- Dauro Machado

O diretor comercial do Grupo Bahamas, Jovino Campos Reis, em ofício datado de 9 de dezembro e enviado ao prefeito de Além Paraíba, Fernando Lúcio Donzeles, comunicou ao chefe do Executivo Municipal da decisão tomada pela empresa: o grupo Bahamas, que havia pedido o destombamento da rotunda dos prédios da rotunda da Leopoldina e do escritório da extinte RFFSA — ambos localizados no bairro Vila Laroca— resolveu desistir de sua intenção. “O Grupo Bahamas “desiste do pedido de revogação da Lei Municipal 1829 de 14 de abril de 1998 que trata do tombamento da área da Rotunda e do Escritório da antiga Rede Ferroviária Federal, imóvel atualmente pertencente à Diocese de Leopoldina”.

Em ofício assinado por seu diretor comercial, Jovino Campos Reis, enviado no último dia 9 de dezembro, o Grupo Bahamas comunicou ao prefeito de Além Paraíba, Fernando Lúcio Donzeles, que “desiste do pedido de revogação da lei municipal 1829 de 14 de abril de 1998 que trata do tombamento da área da Rotunda e do Escritório da antiga Rede Ferroviária Federal, imóvel atualmente pertencente à Diocese de Leopoldina”.

O Grupo Bahamas justificou sua decisão em razão da opinião majoritária manifestada durante a audiência pública realizada pela Câmara Municipal de Além Paraíba no dia 3 de dezembro.
De acordo com o ofício, a loja atacadista “Bahamas Mix” poderia gerar em torno de 130 empregos diretos e dezenas de indiretos e que não fazia parte do planejamento estratégico do Bahamas fechar a atual loja, mas sim atender consumidores de toda a região, gerando receita para o município, com investimentos da ordem de 10 milhões de reais.
O ofício acrescenta que, “infelizmente, na audiência pública, percebeu-se não ser da vontade da maioria a execução do projeto, inclusive em razão de divergências já existentes entre o proprietário do imóvel e entidades locais”.
Ainda no ofício, o Grupo Bahamas agradece ao prefeito pelo apoio da Prefeitura e se coloca à disposição para outros projetos de desenvolvimento para a cidade de Além Paraíba e informa que está analisando “outras áreas e oportunidades existentes”.

Informações adicionais

  • Cidade: Além Paraíba - MG
Última modificação em Quinta, 17 Dezembro 2015 23:37

1 Comentário

Deixe um comentário