Policiais

Policiais (180)

André Luís de Oliveira, 40 anos, que atendia pelo apelido de “Peri”, conhecido morador do Morro da Conceição, em Além Paraíba, faleceu às 5h25min do último domingo, dia 12 de maio, depois de ter permanecido internado em estado grave por 8 dias, no Hospital São Paulo, na cidade de Muriaé.

André “Peri” foi baleado por policiais militares, durante uma ação contra o tráfico de drogas no Morro da Conceição, na noite do dia 4 de maio. Segundo a PM, dois suspeitos foram abordados na Rua Álvaro Antunes. Um deles, André Luís de Oliveira, teria apontado uma arma para os policiais, que se defenderam atirando contra o suspeito. A bala acertou a cabeça de André “Peri”. O homem ferido foi levado pelo SAMU para o Hospital São Salvador, mas, devido à gravidade do caso, foi imediatamente transferido para o Hospital de Muriaé, onde morreu na manhã do último domingo.

O segundo envolvido no caso, E.A.S.J., conhecido pelo apelido de “Bila”, de 23 anos, chegou a ser detido pela PM, porém foi ouvido e liberado.

Familiares de André Luís de Oliveira têm manifestado revolta através das redes sociais, dizendo que a arma— uma pistola Taurus 9mm, de uso exclusivo do Exército— não pertencia ao rapaz. Também acusam a Polícia Militar de ter agido “com covardia”, pois o tiro teria sido “pelas costas”. Para comprovar a afirmação, foi postada a foto do boné usado por André ao ser atingido, com a marca de bala na parte posterior da cabeça. O boné ficou exposto durante o velório do rapaz. O corpo de André Luís de Oliveira foi velado no “Colinão”— sede da Escola de Samba União da Colina, no Morro da Conceição, bairro em que ele residia. O corpo foi sepultado na manhã desta segunda-feira, dia 13 de maio, no Cemitério Municipal de Além Paraíba.

André, que era filho do sambista e compositor Shell, do Império do Planeta II, era casado com Mirelli, com quem teve dois filhos. Também tinha outros filhos, frutos de relacionamentos anteriores. André já tinha uma passagem anterior pela Polícia, por ter participado de um furto a residência, há quase 20 anos passados. Ficou preso cumprindo pena e, em decorrência disso, não conseguia emprego fixo. Mas trabalhava “fazendo bico”, como ajudante de pedreiro, pintor e até mesmo descarregando caminhão.

A Câmara Municipal de Além Paraíba realizou, no Plenário Milton Júlio Carvalho Souza, às 19 horas do dia 25 de abril, a Sessão Solene para entrega das Medalhas da Honraria Policial Destaque do Ano, que foi instituída pelas Resoluções nº 015/2018 e 025/2018.
Conforme estabelecem as resoluções nº 015/2018 e 025/2018, a “Honraria Policial Destaque do Ano” deverá ser outorgada pela Câmara Municipal de Além Paraíba anualmente, na semana do dia de Tiradentes, a 03 (três) integrantes de cada instituição das Forças de Segurança Municipal, Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar, Presídio Regional, Polícia Rodoviária Federal, Guarda Municipal e Defesa Civil, que atuam no Município de Além Paraíba e que se destacaram em suas atividades durante o ano.
De acordo com o que determina as mencionadas resoluções, os nomes e a forma de escolha dos homenageados ficaram a critério dos Comandantes das Corporações e foram encaminhados à Câmara Municipal para análise e votação dos homenageados, em sessão ordinária, tendo todos sido aprovados por unanimidade.
Os homenageados deste ano foram os seguintes:
Polícia Rodoviária Federal – indicados pelo Inspetor Rodrigo Ladeira, da 7ª Delegacia de Polícia Rodoviária Federal de Leopoldina: Paulo Roberto Furtado de Souza, Roberta Guzella Cheuen Machado e Joel Magno do Carmo Guedes;
Presídio Regional de Além Paraíba – indicados pelo Diretor do Presídio, Ari Vieira Júnior: Almir Barbosa P. de O. Júnior, Francisco Fernandes Ramos e Victor Emanuel Lopes Sobral;
Polícia Militar de Além Paraíba – indicados pelo Capitão Amarildo de Sá Ferreira: 2º Tenente Carlos Roberto de Souza, Sub Tenente Eder Fontanella e 3º Sargento Aldair José de Penedo Monteiro;
Polícia Civil de Além Paraíba – indicados pelo Delegado, Dr. Marcos Vignolo Alves: Gustavo de Alencar Alves Ribeiro, Maelle Cristina Leandro Gomes e Thiago Carvalho Couri;
Guarda Municipal de Além Paraíba – indicados pelo Chefe de Gabinete da Prefeitura Municipal, Plínio José Mendes Moreira Filho: Marcos Antônio de Oliveira, Luanna de Souza Oliveira e Rafael Demarque Martins;
Defesa Civil de Além Paraíba, indicados pelo Chefe de Gabinete da Prefeitura Municipal, Plínio José Mendes Moreira Filho: Paulo Henrique Ferreira Nunes Filho, Walter José Lobo Rezende e João Batista da Silva.
A sessão contou com a presença dos Vereadores Gerson Barreto, Afrânio de Deus da Silva, Dione Castro de Miranda, Leidimar Antônio Pereira Diogo, Guaraciaba Germello de Marca, Vicente de Paula Gomes e Wolney Freitas, além da Promotora de Justiça, Dra. Adriana Carvalho; do Diretor Geral do Presídio Regional, Sr. Ari Vieira Júnior; do Chefe de Gabinete da Prefeitura Municipal, Sr. Plínio Moreira; da Presidente da Associação Comercial de Além Paraíba, Sra. Rosa Helena Melo Dutra, bem como dos demais cidadãos e familiares dos homenageados. (Ascom Câmara)

Vereadores-Afrânio-de-Deus-da-SIlva-Leidimar-Diogo-e-Gerosn-Barreto-outorgado-as-medalhas-aos-inegrantes-da-Guarda-Municipal-de-ALém-Paraíba.jpg
Vereadores Afrânio de Deus da Silva, Leidimar Diogo e Gerson Barreto outorgado as medalhas aos integrantes da Guarda Municipal de Além Paraíba.

Vereadores-Gerson-Barreto-Afrânio-de-Deus-e-Dione-Miranda-outorgando-as-medalhas-aos-integrantes-do-Corpo-de-Bombeiros-Militar-de-Além-Paraíba.jpg
Vereadores Gerson Barreto, Afrânio de Deus  e Dione Miranda outorgando as medalhas aos integrantes do Corpo de Bombeiros Militar de Além Paraíba.

Vereadores-Vicente-de-paula-GOmes-Guaraciaba-Germello-e-Gerson-Barreto-outorgando-as-medalhas-aos-integrantes-da-Defesa-Civil-de-Além-Paraíba.jpgVereadores Vicente de Paula Gomes, Guaraciaba Germello e Gerson Barreto outorgando as medalhas aos integrantes da Defesa Civil de Além Paraíba.

 

Vereadores-Wolney-Freitas-Afrânio-de-Deus-e-Gerson-Barreto-outogrando-as-medalhas-aos-inegrantes-da-7ª-Delegacia-da-Polícia-Rodoviária-Federal.jpgVereadores Wolney Freitas, Afrânio de Deus e Gerson Barreto outorgando as medalhas aos integrantes da 7ª Delegacia da Polícia Rodoviária Federal.

Vereadores-Vicente-de-Paula-Leidimar-Diogo-e-Gerson-Barreto-outorgando-as-medalhas-aos-integrantes-da-28ª-Delegacia-de-Polícia-Civil-de-Além-Paraíba.jpgVereadores Vicente de Paula, Leidimar Diogo e Gerson Barreto outorgando as medalhas aos integrantes da 28ªDelegacia de Polícia Civil de Além Paraíba.

 

Vereadores-Wolney-Freitas-Guaraciaba-Germello-e-Gerson-Barreto-outorgando-as-medalhas-aos-integrantes-da-52ª-Cia.-de-Polícia-Militar-de-Além-Paraíba.jpg
Vereadores Wolney Freitas, Guaraciaba Germello e Gerson Barreto outorgando as medalhas aos integrantes da 52ª Cia. de Polícia Militar de Além-Paraíba.

Vereadors-Dione-Miranda-Leidimar-Diogo-e-Gerosn-Barreto-outorgando-as-medalhas-aos-inegrantes-do-Presídio-Regional-de-Além-Paraíba.jpgVereadors Dione Miranda, Leidimar Diogo e Gerosn Barreto outorgando as medalhas aos integrantes do Presídio Regional de Além Paraíba.

andré.jpg
Joice Mara, irmã do rapaz atingido pelo tiro, tem feito intensa campanha de defesa do irmão nas redes sociais, postando fotos que comprovam que ele era um rapaz trabalhador
.

boné.jpgJoice também diz que o tiro da PM teria sido “um ato de covardia”, já que acertou André “pelas costas”. Para provar sua versão, ela postou foto do boné que o irmão usava na ocasião, com a marca da bala na parte posterior.

Ao final da noite do último sábado, por volta das 23 horas, policiais militares fizeram uma ação na Rua Álvaro Antunes, parte alta do Morro da Conceição, baseados em uma denúncia anônima de que estaria ocorrendo tráfico de drogas naquele local. Ao se aproximarem com a viatura, os PMs se depararam com dois homens em atitude suspeita. Fazendo a abordagem dos indivíduos, os policiais foram surpreendidos com a atitude de um dos homens, que teria sacado de uma arma de fogo, apontando-a contra a polícia— conforme relata BO (Boletim de Ocorrência) da 52ª CIA PM / de Além Paraíba. Respondendo à agressão, um dos policiais integrantes da equipe que fazia a ação no Morro da Conceição, defendeu-se desferindo um tiro, que acertou um dos suspeitos abordados. O ferido, identificado como sendo André, conhecido morador do Morro da Conceição,e que atende pelo apelido de “Peri”, foi socorrido pela equipe do SAMU e imediatamente levado para o Hospital São Salvador. Devido à gravidade do ferimento, o homem, de 40 anos— atingido por um único tiro certeiro, na cabeça— teve que ser transferido para o Hospital São Paulo, localizado na cidade de Muriaé/MG.

O outro suspeito, E.A.S.J., conhecido pelo apelido de “Bila”, de 23 anos, recebeu ordem de parada, entretanto não teria acatado a instrução da autoridade policial, tentando se evadir. “Bila” foi contido pelos PMs, que precisaram usar de força física. Em seguida, o jovem recebeu voz de prisão em flagrante, por desobediência. Com ele foi encontrado e apreendido um rádio comunicador.
Duas coisas chamam atenção neste episódio violento ocorrido no final da noite do último sábado no Morro da Conceição. Uma delas é que, segundo a PM, a arma de fogo utilizada por “Peri”— uma pistola Taurus, calibre 9mm— seria de uso das forças armadas. Segundo populares que presenciaram ocorrido, “Bila” é quem teria passado a arma para “Peri”. “Bila” chegou a ser preso, foi conduzido e ouvido na delegacia de Leopoldina, porém foi liberado.
A outra situação de destaque no caso é que haveria uma segunda versão para o ocorrido entre a PM e os dois rapazes. A irmã do ferido, Joice Mara, tem feito postagens abertas em sua página na rede social Facebook, atestando que o irmão teria sido vítima de um “ato de covardia policial”, tendo sido ferido pelas costas. Para comprovar sua versão, Joice Mara postou foto do boné usado por “Peri” na ocasião em que foi atingido na cabeça. O boné apresenta o furo da bala na parte posterior. Veja, na íntegra (inclusive com a mesma ortografia), a postagem de Joice: “Ta aí a foto que prova que meu irmão foi atingindo pela costa covardia com inocente povo compartilha Meu irmão não é bandido e trabalhador luta todos os dia pra trazer o sustento pra casa e guerreiro lutador.....Meu irmão Não é Bandido não tem arma povo compartilha por favor pra chega nas autoridades policial corvade atirou no inocente ???????????? Meu irmão nao e Bandido não tem parte com tráfico muito menos tem arma .... Morro Da Conceição e todo sabe disso ????????????”
Outras postagens da irmã do ferido— que continua internado em estado grave em Muriaé— estão sendo feitas na rede social, com dezenas de compartilhamentos e comentários, muito deles opinando sobre a inocência de André “Peri”.
A direção do Jornal AGORA entrou em contato com a irmã de “André Peri”, Joice Mara, e ela autorizou a publicação da foto do rapaz, depois de ter o aval da esposa dele, Michelli. Joice voltou a defender o irmão, disse que ele “nunca teve arma, não é traficante, e é trabalhador” e que, embora ele estivesse desempregado nos últimos tempos, jamais se furtava em aceitar trabalhos temporários para conseguir “levar comida pra casa no final do dia”. Citou exemplos de locais onde André já prestou serviços. Nas redes sociais, ela postou fotos em que o rapaz aparece carregando areia e sacos de ração. Disse que, mais recentemente, ele prestava serviço numa obra de uma mercearia conhecida no Morro da Conceição. Joice também destaca que seu irmão é uma pessoa muito conhecida e querida, no bairro e na comunidade em geral. “Se vocês perguntarem para as pessoas que o conhecem, tenho certeza de que 97 por cento irão defendê-lo”. Joice lembra ainda que sua família está passando por grande sofrimento, já que nesta primeira semana de maio está fazendo um mês do falecimento de sua mãe.
André “Peri” continua internado em estado grave no Hospital São Paulo, em Muriaé, segundo Joice Mara, “entre a vida e a morte”, em um quarto comum, sem direito a UTI, sob escolta policial e incomunicável: “a família não pode ter contato com ele, como se ele fosse um bandido perigoso”

Na manhã desta segunda-feira, 29 de abril, um grave acidente envolvendo dois veículos deixou três mortos e um ferido, na BR-116 (poucos quilometros da entrada da localidade de Marinópolis), próximo da ponte do Rio Angu, entre os municípios de Além Paraíba e Leopoldina.
Informações da PRF deram conta de que um veiculo Ford Ecosport, que seguia sentido Rio de Janeiro colidiu com um ônibus de turismo da “MP VIAGENS” que ia no sentido Bahia.  
Com a grandeza do acidente, dois ocupantes do veiculo e o motorista reserva do ônibus vieram a óbito no local. O terceiro ocupante do automóvel foi atendido e conduzido a recurso hospitalar pela equipe do Samu e Guarnição Do Bombeiro. (Da redação)

59106231_2335653650047158_86741490222497792_n.jpg58895101_329874977728278_9010108583982923776_n.jpg58594783_595585020926293_6467551299813507072_n.jpg050d67d878f941eb8939cae14fdbad93.jpg9a20988223db47f3b6d928e95abea1e3.jpge514ac6b342245419fbb6a2ed1d60566.jpg

A Policia Civil de Minas Gerais, através da 30° Delegacia de Polícia Civil de Pirapetinga, na terça-feira 09 de abril, deu cumprimento a diversos Mandados de Prisão Preventiva no Estado de Minas Gerais e no Estado do Rio de Janeiro, sendo preso no bairro Tavares, cidade de Santo Antônio de Pádua o líder do TCP (terceiro comando puro), o indivíduo, A.S., nascido em 1987.E na cidade de Pirapetinga-MG, foram presos A.O.L., nascido em 1972 e S.C.R.S., nascido em 1985, Todos foram presos em decorrência da operação policial no combate ao tráfico de drogas na Comarca de Pirapetinga-MG.
A Operação denominada "HYDRA" foi iniciada há mais de um ano, sendo realizadas diversas diligências, campanas, serviço de inteligência, e contou também com o apoio aéreo (drones e helicóptero), o que tornou possível identificar toda a ramificação criminosa e comprovar a estrutura organizacional, individualizando a conduta de cada um deles nesta teia criminosa.
Esta operação contou com 6 fases, sendo presos em flagrante delito ou em virtude de prisão preventiva 12 investigados e 23 indiciados pelo crime de tráfico de drogas.
A "Operação Hydra" contou com o apoio da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro e da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, na cidade de Santo Antônio de Pádua-RJ.

O Posto Avançado de Bombeiros Militar de Além Paraíba, por volta das 20:00hrs, atendeu a uma ocorrência de acidente automobilístico envolvendo um veículo de passeio da marca Corolla com ônibus de transporte de passageiros, da viação Novo Horizonte. O acidente aconteceu próximo ao entroncamento da BR116 com BR393 (antigo Posto Fiscal).
No local segundo relatos de populares as vítimas haviam sido socorridas por populares e conduzidas para atendimento médico. O corpo de bombeiros militar realizou o isolamento do local, sinalizou a via, realizou a contenção de líquido combustível e desenergização do veículo.
(Da redação, com informações do Posto Avançado de Bombeiros Militar)

9d277de8-b1dc-4383-9c1a-c45cdab3e53b.jpg9b5e11e4-ac59-4887-9dec-a69258817ea2.jpg0ef33fab-62e5-46a5-b292-9e9327d7e584.jpg

A Secretaria de Estado da Polícia Civil (Sepol) realizou a Operação Bela no último sábado (23) para desarticular uma quadrilha de traficantes em cidades da Região Serrana do Rio. De acordo com a Sepol, a operação cumpriu mandados nas cidades de Carmo, Duas Barras e Nova Friburgo.

De acordo com a Polícia Civil, a investigação durou cinco meses e levou os policiais a identificar e indiciar 15 integrantes da quadrilha envolvida com os crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico, além de porte de arma de fogo.

A polícia informou também que mais de 20 pessoas já foram presas desde o início das investigações.

Os materiais encontrados durante a operação ainda serão analisados. Além de materiais usados pra embalar e pesar drogas, os policiais também recolheram celulares e CDs e DVDs piratas.

Ainda segundo a polícia, a partir das investigações, os agentes conseguiram apontar a estrutura hierárquica do bando e suas funções dentro da organização.

Além dos mandados cumpridos nos municípios da Região Serrana, a operação também é realizada em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio.

A ação contou com apoio das delegacias de Petrópolis, Itaipava, Paraíba do Sul, Três Rios, Sapucaia, Teresópolis, Sumidouro, Nova Friburgo, Duas Barras, Cantagalo, Cordeiro, Santa Maria Madalena, Trajano de Moraes e Bom Jardim. (SITE: G1.COM)

Por meio de denuncia anônima via 190, a Polícia Militar de Além Paraíba, na tarde de domingo, 17 de fevereiro, compareceu no bairro Goiabal. A denuncia dava conta que um homem (A.G da S.), 51 anos de idade teria assassinado a pauladas uma cadela e seus quatro filhotes.
Os PMs localizaram o acusado em um bar no mesmo bairro e em contato com ele, o mesmo teria confirmado a morte dos cachorros.
O homem permitiu a entrada dos policiais na sua casa e foi localizada morta, "dentro de uma lata de massa corrida" a cadela e "dentro de uma lata de tinta acrílica" foram encontrados mortos, 4 filhotes da cadela.
A motivação segundo o homem, seria que ele estava tendo constantes problemas conjugais com sua esposa e por isso ela teria saído de casa. De forma amigável, ambos, estariam fazendo partilha dos pertences do interior da residência e na manhã de domingo (17), o homem disse que acordou nervoso com a situação da separação e realizava a divisão dos bens e que a cadela tinha aproximadamente 4 anos de vida e que a mesma pertencia a um de seus filhos, disse também que o animal teria tido cria de 6 filhotes há aproximadamente dois meses, que eles estariam com vermes, sujando a casa, dando muito trabalho, despesas e incomodando os vizinhos e que anteriormente teria avisado para que doassem os animais ou que ajudasse a cuidar dos mesmos, como não foi feito nada, ele disse que num momento de fúria pegou um pedaço de madeira e desferiu golpes nas cabeças dos animais e colocaram eles em latas com intuito de descarta-los posteriormente no lixo.
A esposa do acusado compareceu no quartel da PM e relatou que, ao saber que o marido mataria os animais, saiu de casa com medo e um de seus filhos ao chegar em casa deparou com dois cães na escada que teriam escapado da morte. Um dos cães, ficou com um dos filhos do casal e o outro, provisoriamente encontra-se com uma PM, até encontrar alguém para adotá-lo.
O homem foi levado para o quartel da PM, assinou um TCO - Termo Circunstanciado de Ocorrência se comprometendo em comparecer em dia e hora marcada diante da Justiça para as devidas providências cabíveis. (Reprodução Blog do Adenilson Mendes)

A Polícia Militar de Além Paraíba foi acionada a comparecer no bairro Sitio Branco, na quarta-feira, 09 de janeiro, para recolher uma granada de morteiro. A granada foi entregue aos policiais pelo próprio morador. Ele disse que durante uma escavação, há quatro anos, no quintal de sua casa, encontrou a granada e deixou guardada.
De acordo com informações da PM, o morador foi alertado por um pastor evangélico, que durante uma visita viu a granada jogada ao solo no quintal do imóvel. O morador então entrou em contato com a PM que foi até o local, isolou a área para que o morteiro ficasse acondicionado em um local seguro.
Em seguida os militares acionaram a equipe antibombas do Batalhão de Operações Policiais Especiais – BOPE de Belo Horizonte e a equipe do Grupamento Especializado em Recobrimento (GER) de Juiz de Fora. O artefato foi detonado por volta das 22h00 da quarta-feira 09/01, no Bairro Jardim Paraíso naquela cidade.

GURPPM de VOLTA GRANDE recebeu informações de que um ônibus de excursão, placas MAS-3576/ES, oriundo de Estado do ESPÍRITO SANTO/ES com destino a cidade de SÃO PAULO/SP e que transitava pela BR 393, Km 17, próximo ao trevo de ESTRELA DALVA/MG, havia sido tomado de “assalto”./
Que o citado ônibus já havia passado por VOLTA GRANDE/MG e transitava com destino a ALÉM PARAÍBA/MG e, aparentemente um veículo de cor preta, usado pelos suspeitos, estaria envolvido no roubo.
Acionado o Plano de Cerco e Bloqueio, Equipes de Serviço da Subárea da 52ª Cia PM e Militares de folga, diligenciaram a BR 393, Km 42, local onde cerca de quatro autores havia subtraído dinheiro, aparelhos celulares, relógios, alianças, objetos pessoais, dentre outros, de cerca de cinquenta (50) “sacoleiros” e logo a seguir se embrenharam num pasto.
Neste ínterim, CB PM GOMES, durante rastreamento visualizou o ônibus parado as margens da via, e ao desembarcar da VP, foi surpreendido por um dos autores, o qual de posse de uma arma de fogo, efetuou em sua direção três (03) disparos sem contudo atingi-lo.
Diante da eminência de uma injusta agressão, O CB PM GOMES efetuou quatorze (14) disparos em direção ao suspeito, todavia, sem atingi-lo.
Durante a fuga, autores deixaram para trás duas sacolas contendo todo o material roubado das vítimas, sendo eles recolhidos e apreendidos.
Após algumas horas de Buscas no local da fuga, quatro (04) autores foram capturados sendo eles: LARISSA DE JESUS FERREIRA, CRISTIANO AUGUSTO GOMES RODRIGUES, MARCOS DE SOUZA VAREJÃO, ANDRÉ LUIS MOREIRA ATHAYDES, o qual estava na condução do veículo placas ODD-5843/ES, usado na ação criminosa.
Todos os autores foram reconhecidos pelas vítimas, receberam voz de prisão, foram levados ao Hospital, passaram por exames médico de praxe sendo liberados, serão apresentados na DPJ local, exceto o autor MARCOS DE SOUZA VAREJÃO, que permanece em observação por prescrição médica e sob Escolta Policial.
Até o momento não foi localizada nenhuma arma de fogo utilizada pelos autores, contudo segue o rastreamento na tentativa de localizar os outros dois (02) integrantes da quadrilha, ainda desconhecidos e não identificados.
O veículo placas ODD-5843/ES foi apreendido e removido para o Pátio do Auto Socorro credenciado com o DETRAN/MG.
REDS 2019-001005630-001
FONTE: SI / 52ª CIA PM / 27º BPM

OS POLICIAIS CONTINUAM ININTERRUPTAMENTE AS ABORDAGENS.



49781358_1064046740435162_8168303583901515776_n.jpg49745767_361775204616460_8855189336954503168_n.jpg49701167_271925856819999_9068440785392762880_n.jpg49648187_2006258353004646_3998140151963320320_n.jpg49594207_2392457600783177_3872846893558005760_n.jpg49545989_2006258449671303_8379796638369054720_n.jpg49897069_566013343860731_2480864661692481536_n.jpg



cats.jpgcats 2.jpg





Pagina 1 de 13