Política

Política (208)

O vereador Davi da Paz ocupou um lugar de destaque negativo, ao longo da semana se passou, através de postagens nas redes sociais de muitos cidadãos além-paraibanos. Isso ocorreu devido a vazamentos de áudios gravados por Davi e direcionados às principais assessorias do prefeito de Além Paraíba, Miguelzinho Belmiro. Em tais áudios, o vereador manifestou a sua revolta contra os atuais integrantes do governo municipal, que não estariam atendendo aos seus pedidos, feitos diretamente no gabinete do prefeito. O vereador, que é evangélico, em sua manifestação contra o descaso do governo, usa e abusa de palavrões, ataca a assessoria de Miguelzinho, chama os cargos de “confiança de amarra-cachorros”, afirma que o atual governo (da forma como vem agindo) não tem a menor chance de reeleição em 2020. Toda a revolta de Davi se deu, principalmente, porque a Prefeitura não atendeu a diversos pedidos dele para a limpeza das ruas dos bairros da “Cidade Alta”, especialmente o Jardim Paraíso, sua base eleitoral. Cansado de ser alvo de cobranças e críticas populares no bairro, e por perceber que seu sonho de ser reeleito para a Câmara Municipal está em risco devido à inércia do atual governo municipal, Davi da Paz optou por salvar a própria pele. Não contava, entretanto, com o vazamento de seus áudios e com a má-intenção e o revide de seus adversários políticos (que não são poucos, já que o vereador sempre foi “brigão e explosivo”, fazendo até mesmo espetáculos públicos para chamar a atenção sobre sua pessoa quando almejava disputar um cargo público). O resultado da divulgação dos áudios foi uma avalanche de críticas contra Davi da Paz e suas falas exacebadas. Em sua ânsia de criticar o governo municipal ( fato até aplaudido por muitos), Davi extrapolou e, ao exigir a limpeza do bairro Jardim Paraíso, esbravejou: “Será que dá para vocês mandarem um FDP de um varredor?”. O xingamento, que contextualizado seria um desabafo de revolta contra os “amarra-cachorros” (sic) do governo, atingiu aos servidores públicos, principalmente aos garis, cargo dentre os mais humildes e mal pagos da Prefeitura. A revolta foi geral. Choveram críticas contra o vereador. O estrago foi feito na vida pública de Davi da Paz. E agora ele tenta, desesperadamente, reverter a situação, procurando pessoalmente alguns varredores de rua para se desculpar e até mesmo desculpando-se oficialmente, através do plenário da Câmara Municipal de Além Paraíba. Na última reunião do mês de agosto, segunda-feira, dia 26, o vereador Davi da Paz fez o seu “mea culpa”. Revelou, também, que os polêmicos áudios que gravou no início da semana passada tinham como endereço o serviço de limpeza urbana e que não era sua intenção ofender os varredores. Pediu desculpas, ainda, pelo destempero, ao prefeito Miguelzinho e ao vice, Dr. Paulo Henrique Goldstein-demonstrando, com a fala, que as relações políticas entre o parlamentar e o governo municipal voltaram ao nível da normalidade. O vereador garantiu que o episódio deixou-lhe uma lição: qualquer reivindicação legislativa de sua parte passará, a partir de agora, a ser feita em forma de Indicação, através do plenário da Câmara Municipal. Um “dever de casa” que o vereador deveria ter feito antes de se propor a ser candidato, pois essa postura não é só um direito, mas uma obrigação de todo parlamentar que não se presta a ser subserviente ao Poder Executivo.

 

EDITORIAL:

A FAMOSA LEI DO RETORNO

 

Muita gente tem se escandalizado, muitos têm até comemorado o vazamento de áudios com a voz do vereador David da Paz, de Além Paraíba, espinafrando o governo do prefeito Miguelzinho Belmiro e ofendendo com impropérios algumas categorias de servidores públicos municipais.
Macaca velha que sou no meu observatório da política alemparaibana, digo aos leitores que, antes de opinar, preferi contextualizar esses áudios do Davi, ouvindo-os um a um na sequência cronológica dos fatos que o desencadearam. Óbvio que o vereador Davi chegou à gota de água que faltava em seu copo na desesperada tentativa de preservar seus votos. O tiro acabou saindo pela culatra. Mas em favor de Davi, é necessário usar como defesa que (pelas falas dos áudios que vazaram) ele havia reivindicado VÁRIAS vezes anteriormente a limpeza das ruas do bairro Jardim Paraíso e ninguém na Prefeitura o atendeu!!!! Está claro nas falas gravadas do vereador que os “amarra-cachorros” a quem ele se refere são integrantes da assessoria de Miguelzinho Belmiro (alguns nominados), que blindam o prefeito e “mandam” mais que o mandatário do município. Não respeitaram o vereador e não tiveram nenhum companheirismo com Davi da Paz (um grande aliado político do atual governo municipal), deixando-o à mercê das cobranças da população da “Cidade Alta”, ignorando seus pedidos pessoais para a limpeza dos bairros.
As ruas do Jardim Paraíso somente começaram a ser limpas na semana passada (não em atendimento a pedido do vereador, mas para tentar desqualificar as denúncias em vídeo feitas por Elias Cabral, o “repórter cidadão”, morador da Cidade Alta, que tem percorrido os bairros de Além Paraíba registrando o descontentamento da população mediante a falta de atuação do governo municipal). Acobrança do povo é grande! Não só ao prefeito Miguelzinho Belmiro, bem como aos vereadores com assento na Câmara Municipal. Por estar sendo pressionado, Davi da Paz chegou ao seu limite. E explodiu! Humanamente.
E é compreensível essa explosão do vereador Davi. Quando ele, em áudio dirigido à assessoria do Prefeito diz: “Dá pra mandar pelo menos um filho da puta pra vir limpar essas ruas”, percebo que foi força de expressão e revolta CONTRA O PESSOAL MANDANTE E INERTE DA PREFEITURA! E não contra os servidores públicos varredores de rua! Mesmo assim sendo, Davi errou. Ele deveria ter se controlado e moderado suas palavras, pois não é papel de vereador usar de desequilíbrio e descompostura para fazer cobranças ao Poder Executivo. Infelizmente (a se julgar pelo recente pedido de desculpas na última reunião deste mês de agosto na Câmara Municipal), o vereador se deu conta de seu erro tardiamente. O estrago junto aos servidores públicos já está feito, por suas palavras “desembestadas” e pelo carnaval fora de época feito pelos aproveitadores, que replicaram e multiplicaram as declarações do vereador, propositalmente sem contextualizá-las.
Davi errou. Mas também não é louvável a ação de quem usa o desabafo de cobrança do vereador aos seus “parceiros políticos” com o claro intuito de “queimá-lo” eleitoralmente. E conseguem!
Destaco aqui que não tenho nenhuma relação de amizade com o vereador Davi. E tenho, sim, muitas críticas a ele que, até então, vinha se mantendo aliado incondicional ao prefeito mesmo em situações indefensáveis.
Mesmo discordando de algumas atuações do vereador Davi da Paz, é preciso reconhecer que, neste episódio do seu desabafo, a revolta foi compreensível. Infelizmente, ele “errou na mão” e extrapolou na fala. Vamos esperar que ele tenha aprendido com o próprio erro, pois o Davi da Paz de hoje não pode mais agir como “aquele rapaz” de alguns anos atrás, que frequentava as galerias da Câmara e que usava de seu destempero comportamental para causar polêmicas políticas. Hoje ele é uma autoridade parlamentar e, como tal, deve fazer valer essa autoridade através do plenário do Poder Legislativo Municipal, onde as cobranças oficiais devem ser feitas e que podem ser muito mais eficazes do que a prática do show de impropérios de quem está em guerra por votos em campanha eleitoral. Davi experimentou, nos últimos dias, um pouco do “veneno” do qual às vezes se valia nos tempos em que almejava uma vaga como vereador na Câmara Municipal. É a velha máxima popular: “tudo o que você faz, um dia volta pra você”. (Marilia R. Muniz)

O Cartório Eleitoral de Além Paraíba informa aos eleitores do município, que a obrigatoriedade de realização da biometria em Além Paraíba se aproxima. Assim, convida os eleitores a comparecem ao Cartório Eleitoral para realizarem a identificação biométrica, afim de evitar transtornos com filas e tempo de espera, quando for determinado prazo final para realização da biometria em nosso município. Importante lembrar que a Justiça Eleitoral determina o cancelamento dos títulos, daqueles que não fizerem o recadastramento dentro do prazo. Em Minas Gerais, todos os municípios contam com o atendimento biométrico. Em todo o estado, já são 5.400.528 eleitores cadastrados biometricamente. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (32) 3462-3820 ou pessoalmente no Cartório Eleitoral de Além Paraíba, na Rua Aristóteles Lobo nº 50 – São José, de segunda a sexta-feira, das 12 às 18 horas.       (Carlos Roberto “Banjo” – Rádio 102,7 FM)

O dia de hoje amanheceu com um trecho da Rua Cel. Oscar Côrtes, na entrada para o Santa Rosa, interditado ao trânsito. Mais uma vez funcionários da Prefeitura estão no local tentando resolver problemas na pavimentação asfáltica. Importante lembrar que o trecho sofreu reparos recentemente, há cerca de 15 dias, mas os problemas voltaram a ocorrer dois dias depois. Será que desta vez teremos solução?  . (Fonte: Carlos Roberto “Banjo”)

É com muita alegria que informo a todos que foi aprovado em segundo turno pela Câmara Municipal de Além Paraíba, o PL 101/2019 que dispõe sobre a Declaração de Utilidade Pública da Associação Comercial de Além Paraíba (ACEAP) e dá outras providências.
O Presente Projeto é mais uma vitória do nosso mandato, onde possibilitará a ACEAP a captar novos recursos para desenvolvimento de novos projetos em prol do crescimento de nosso Município. (Divulgação do Mandato Parlamentar do vereador Rodrigo França)

O vereador Dione Miranda, junto com o vereador Reginaldo Câmara estiveram na sexta-feira, 09 de agosto, na Promotoria Pública de Minas, para buscar informações sobre o andamento do processo de CPI - Comissão Parlamentar de Inquérito - da Saude, instaurada em outubro de 2018. Na época foi motivada por áudios que tratavam de problemas com repasses da Secretaria Municipal de Saúde, amplamente divulgados na cidade. Uma comissão foi montada com representatividade e participação de oposição e base do Governo. Foi contratado o advogado, Iuri Castilhos, que juntamente com a comissão analisou tecnicamente todos os documentos da Secretaria Municipal de Saúde, a partir de janeiro de 2017. (Divulgação do Mandato Parlamentar do vereador Dione Miranda)

Em ação civil de Improbidade Administrativa, movida pelo Ministério Público do Estado de Minas Gerais e que tramitava desde 2015, o Tribunal de Justiça de Minas Gerais condenou todos os vereadores que compunham a Câmara Municipal de Além Paraíba na legislatura anterior a pagar multa individual de 5 mil reais por terem desrespeitado determinação judicial e postergado por diversas vezes a exoneração de servidores não concursados bem como adiado a realização de concurso público para preenchimento de vagas de assessores. Foram condenados os 13 vereadores da época do início da tramitação da ação, a saber: Antônio da Cunha Coelho, Dauro Garcia Machado, Gelson Luiz de Moura, Francisco Antônio Nunes, Guaraciaba Germello de Marca, João Carlos Teodoro da Silva, Neidson Barros Gonçalves, Reginaldo Câmara Estevanim, Roberto Tolentino de Oliveira, Rufino Marinho dos Passos, Thiago Souza Sabino,  Vicente de Paula Gomes  e Wellington Junior Silva. (Carlos Roberto “Banjo” – rádio 102,7)

Hoje participei da solenidade de assinatura de um convênio na Assembléia Legislativa de Minas Gerais, que possibilitará a vinda de novos recursos para o nosso Município.  Sendo assim, é com muita honra e alegria que, eu Vereador Rodrigo França, venho comunicar a todos que a nossa querida Apae de Além, receberá uma emenda parlamentar no valor de R$ 55.000,00. Na oportunidade, quero agradecer ao Deputado Bráulio Braz por sua sensibilidade e apoio ao indicar esta verba que tanto ajudará a nossa querida Instituição. Agradeço ainda o apoio e a parceria do Carlos Eduardo Senra, que está sempre solicito a nos atender e nos dar todo o apoio necessário para que juntos possamos buscar recursos que mudam a vida de quem estuda e faz seus tratamentos na instituição. Por oportuno, tratamos sobre o fortalecimento do PTB Além Paraíba, onde trabalharemos para futuramente lançarmos o PTB Mulher e o PTB Jovem, na intenção de fortalecer a participação da mulher e do jovem na representatividade Política do nosso Município e Estado de Minas Gerais. (Divulgação Parlamentar do vereador Rodrigo França)

O recadastramento biométrico continua sendo realizado em todo o país e em algumas cidades a biometria será obrigatória na próxima eleição. Santo Antônio do Aventureiro é uma delas. Quem não se recadastrar não conseguirá votar na próxima eleição e ainda terá o título cancelado.  Para se recadastrar os eleitores de Aventureiro devem comparecer ao Cartório Eleitoral de Mar de Espanha, na Rua Estevão Pinto, no Centro da Cidade, de segunda a sexta-feira, das 12:00 às 18:00 horas.  (Carlos Roberto “Banjo” – rádio 102,7)

           Em entrevista nesta manhã, 24 de julho, no programa Dauro Machado transmitido pela Rádio Cultura de Porto Novo (CPN), o Prefeito Municipal Miguel Belmiro de Souza Junior anunciou que já está definido a data do pagamento do funcionalismo público municipal para o dia 31 de julho, próxima quarta feira. Também Miguel Belmiro De Souza Junior, deu uma excelente noticia, declarando  que no dia 21 de  agosto será depositado em conta do funcionalismo 50 % do  13º Salário ano base de 2019 e  já garantiu que o  restante será pago  pontualmente em dezembro. 
(Fonte de informação Programa Dauro Machado - Radio CPN)

Após conseguir junto a Câmara Municipal autorização para captação de um empréstimo para aquisição de uma Usina de Asfalto para Além Paraiba, a prefeitura municipal realizará no próximo dia 19, sexta-feira, às 13 horas. Licitação na modalidade Pregão Presencial para a compra de Máquinas e Equipamentos de Natureza Industrial na forma de uma Usina Asfáltica a Frio e dois tanques aéreos para armazenagem de emulsões asfálticas conforme o edital e os anexos que lhes são parte integrante.. Segundo informação do Secretário Municipal de Obras, Alexandre Lima de Marca, a Usina deverá ser montada em um terreno ao lado do SESI, na Ilha do Lazareto.  A partir do momento que o a prefeitura passar a produzir o seu próprio asfalto, várias Ruas da cidade poderão ser pavimentadas e outras terão a possibilidade de ter inúmeros buracos devidamente corrigidos. Um outro pregão será realizado no dia 24,  também ás 13 horas, tendo como objeto Registro de Preço para futura e eventual compra de concreto betuminoso usinado a quente com caráter estocável, para pavimentação asfáltica no município de Além Paraíba, pelo período de 06 (seis) meses em conformidade com o Edital e seus Anexos. (Carlos Roberto “Banjo” – rádio 102,7)