Saúde

Saúde (148)

Com a inauguração hoje, dia 26 de maio, da UBC – Unidade Básica COVID, a Prefeitura Municipal de Além Paraíba, através da Secretaria Municipal de Saúde, dá um importante passo para o combate e a minimização dos impactos provocados pela pandemia. A UBC está instalada no CEC – Centro de Educação e Cidadania, no Bairro da Saúde, em frente à barreira sanitária, em São José. A Unidade está funcionando de segunda a sexta feira, das 8 às 19 horas e conta com uma Equipe Multidisciplinar para atender e orientar todas as pessoas que apresentem sintomas de síndrome gripal, que, em muitos casos, podem estar relacionados com a contaminação pelo coronavírus. O paciente que procurar a UBC, com sintomas relacionados à COVID, passará por uma triagem , já na entrada da Unidade, onde será aferida sua temperatura e a saturação de Oxigênio no sangue (importantes sinais de uma possível contaminação). Ali também será feita uma anamnese, com perguntas básicas sobre possíveis sintomas que este paciente possa estar apresentando, que justifique o atendimento na Unidade e este paciente será notificado, em tempo real, no programa E-SUS do Ministério da Saúde. Após essa triagem, o paciente será encaminhado para atendimento médico, onde será determinado os tipos de ações e orientações necessárias.A UBC conta com um aparelho de eletrocardiograma e uma ambulância para possíveis transferências para o HSS. A Unidade Básica COVID é formada por uma grande Equipe de Profissionais envolvidos nas ações de combate à pandemia. São Profissionais da Secretaria de Saúde (Equipes de Enfermagem, Médica, Saúde Bucal, Epidemiologia, Vigilância Sanitária, Central de Marcação, Transporte e NASF), dos setores administrativos e de informática (da Secretaria de Saúde e da PMAP) e da Secretaria de Educação (AOS – Auxiliar de Obras e Serviços)
Devem procurar a UBC todas as pessoas com sintomas de síndrome gripal, tais como:
febre, tosse seca, dor de garganta, cansaço, diarreia, dor de cabeça, perda de paladar, perda de olfato e dores no corpo. Pacientes com sintomas graves (dificuldade de respirar ou falta de ar, dor ou pressão no peito e perda de sentidos) deverão procurar o HSS. Durante o atendimento médico, poderá ser solicitado os exames necessários, como eletrocardiograma (que será realizado na própria UBC), RX e tomografia (que serão realizados em outros locais, com marcação feita dentro da própria Unidade, direto com a Secretaria de Saúde, sem que haja necessidade de o paciente fazer isto). Na UBC serão também realizados testes rápidos, seguindo o padrão determinado pelo Estado. Não haverá testagem indiscriminada, ela será feita somente de acordo com o protocolo Estadual. O acompanhamento, do paciente, será feito, preferencialmente por tele atendimento. A necessidade de visita domiciliar será avaliada dependendo das informações recebidas durante este período, seguindo as recomendações do Ministério da Saúde. É importante ressaltar que as atividades das UBSs – Unidades Básicas de Saúde, estarão funcionando normalmente com os atendimentos e ações de rotina, inclusive atendimento médico. Com o início das atividades na UBC, Além Paraíba dá mais um importante passo para que a população possa procurar atendimento e orientação assim que surgirem os primeiros sintomas, evitando o agravamento do quadro de saúde e uma possível internação no HSS.
A Prefeitura Municipal de Além Paraíba, junto com a Secretaria de Saúde e demais Secretarias, não está medindo esforços para que seja feito tudo o que é necessário para o combate à COVID. E para isso, a parceria com o Hospital São Salvador tem sido de fundamental importância. É muito importante que a população alemparaibana cumpra as determinações de distanciamento social e o uso de máscaras em vias e locais públicos. Sempre que possível.


Fonte: Site Jornal A Gazeta

centrocovid.jpg

 

Na semana passada, quinta-feira, 21 de maio, o prefeito de Sapucaia (RJ), Fabrício Baião, divulgou um vídeo informativo explicando o motivo de tantos casos confirmados de Covid-19 no seu município. Sapucaia já ultrapassa a casa dos cem infectados por coronavírus, dentre mais de 300 pessoas com síndrome gripal ou com contato com infectados.
No vídeo, o prefeito aparece ao lado da secretária de saúde, Thaís Bittar, de Carla responsável pelo Centro de Covid ( já popularmente conhecido por "Hospital de Campanha") e do médico Dr. Rafael Gracioli. Pneumologista e intensivista no Hospital São Salvador de Além Paraíba, o Dr. Rafael Gracioli foi convidado pelo prefeito de Sapucaia para auxiliar na execução dos protocolos de combate à Covid-19, já que em Além Paraíba, município vizinho a Sapucaia, os resultados têm sido positivos, com quase cem por cento dos casos da doença recuperados. Além Paraíba, entretanto, não está seguindo Sapucaia no que diz respeito à testagem, e os casos suspeitos são bem menores. Desta forma, o número de positivados em Sapucaia é quase dez vezes maior que em Além Paraíba.
Testar todas as pessoas com síndrome gripal foi a estratégia de Sapucaia no combate ao novo coronavírus. O município investiu em testes e o prefeito Fabrício Baião acredita que os números altos apresentados nos boletins sejam decorrentes dessa estratégia. Os casos em Sapucaia não estão sendo camuflados com subnotificações. O prefeito opina, dizendo que essa deveria ter sido a linha a ser seguida pelos prefeitos da região.
- Fizemos um grande investimento em testagem, pois quando confirmado o caso de coronavírus no paciente, ele é imediatamente isolado e, também, todas as pessoas com quem esse paciente teve contato. Esse isolamento serve para conter a propagação do vírus- diz o prefeito.
O outro investimento foi a implantação, com urgência, de uma espécie de hospital de campanha, com leitos de UTI e respiradores, já que a cidade não dispunha de hospital e a referência era o município de Três Rios. Fabrício Baião agradeceu ao apoio do presidente da ALERJ, André Luiz Ceciliano (PT-RJ) e do governador do estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, pela estrutura montada do Centro de Apoio ao Covid-19 no município. O local possui uma estrutura proporcional para atender toda população da cidade de Sapucaia e distritos. Uma equipe de profissionais da área de saúde fizeram uma capacitação a respeito do funcionamento e manejo de aparelhos de UTI no Hospital São Salvador, e o intensivista
Dr. Rafael Graciolli já está atuando na orientação e suporte necessários aos profissionais de saúde a respeito dos pacientes positivados de coronavírus. O pneumologista e intensivista, que agora se reveza entre Além Paraíba e Sapucaia, ressaltou o que tem dito com frequência nos últimos dias:
“É importante ficar em casa, mas não fique em casa esperando sintomas mais graves da doença. É importante que o tratamento seja feito o quanto antes, já com os primeiros sintomas, tais como tosse e febre."
A situação do município de Sapucaia é uma das mais complicada da região, devido, também, à sua localização territorial, cortado em áreas urbanas por uma rodovia de grande trânsito, a BR 393.
No dia de ontem, 25 de maio, Sapucaia registra 358 casos notificados (suspeitos de coronavírus), com 125 confirmados de ter Covid-19. Desses, 11 pacientes estão internados. Já são 8 óbitos por Covid-19 confirmados no município. Outras 2 mortes estão sob análise. Em Jamapará são 15 casos confirmados.

boletimsapucai.jpg

 

Na tarde desta segunda-feira, 25 de maio, o Hospital São Salvador registrou a segunda morte por coronavírus em Além Paraíba. A vítima é Arlir dos Santos Vitória, o "Lilico", 50 anos, que trabalhava de mototaxista e era morador do bairro Sítio Branco.
"Lilico Mototaxista" deu entrada no Hospital São Salvador no dia 12 de maio, já com 12 dias de sintomas. Foi feito o teste para Covid-19 e ele testou positivo. O caso do rapaz evoluiu rapidamente e negativamente, com piora de padrão respiratório. Na madrugada do dia 13 de maio, ele precisou ser transferido do isolamento clínico para a UTI. Já na UTI e com o caso bem evoluído, foi preciso ser feita, imediatamente, a entubação, com ventilação mecânica e sedação, permanecendo assim por doze dias. Na tarde deste dia 25 de maio, "Lilico" não aguentou e veio a falecer.
A esposa do mototaxista, Joana Darc, também foi testada positivo para o novo coronavírus e precisou ser internada no HSS, mas no dia 18 de maio, o seu quadro clínico ficou estável, ela teve alta hospitalar e está bem.

segundamorte.jpg

A nova Unidade Básica do Covid-19 está praticamente pronta no Centro de Educação e Cidadania (CEC) localizado no bairro da Saúde. A Unidade será referência para teste, diagnóstico, orientação, exames, encaminhamento para isolamento domiciliar ou internação hospitalar. A Unidade pensada para desafogar as outras unidades e o próprio pronto socorro do Hospital contudo o local será um centro de referência exclusiva para Covid-19, para que diagnósticos e indicação de tratamento sejam realizados precocemente. A Secretaria de Saúde está contando com o envolvimento de médicos, dentistas e profissionais de saúde. O protocolo a ser seguido pela Unidade Covid foi desenvolvido pelo Pneumologista Rafael Gracioli, após estudo de protocolos aplicados em outras unidades da federação. Todos os pacientes que apresentarem sintomas, mesmo que leves, deverão procurar a Unidade Covid. Chegando na Unidade, o paciente passará por uma anamnese inicial respondendo a perguntas pertinentes e terá aferido seus sinais vitais. Independente desta triagem inicial o paciente vai ser consultado por um médico que fará uma avaliação mais profunda do quadro. Havendo necessidade o paciente passará por teste rápido e também por  eletrocardiograma e tomografia se necessário. O Médico ao concluir avaliação, vai deliberar se o paciente deve permanecer em isolamento domiciliar ou da Unidade ser encaminhado para o tratamento Hospitalar. A testagem não é automática. Ela ocorrerá dentro do Protocolo de atendimento, havendo real necessidade. Em muitos casos o diagnóstico pode ser feito pela próprio histórico do paciente, exames de imagem e avaliação se o paciente teve contato com outros infectados. O espaço tem uma sala de espera com cadeiras separadas, sala de testes, consultório e uma segunda sala de espera para casos mais específicos, além é claro de espaço para o trânsito de ambulância. Esta é mais uma medida que o Prefeito Miguel Belmiro de Souza Júnior toma no sentido de prevenir a propagação da Covid-19 e tratar dignamente a população de Além Paraíba.

Fonte: Site Jornal A Gazeta

 

 centrocorona1.jpegcentrocorona4.jpeg

 

O Conselho Municipal de Saúde de Além Paraíba, se reuniu na última quinta-feira, dia 14, para tratar de assuntos ligados ao atual momento vivido, em razão da pandemia do COVID 19.
A reunião aconteceu através de videoconferência pelo aplicativo Google Meet com a participação dos conselheiros Sônia Regina de Carvalho Teixeira, Sandra Pereira Toledo, Antônia Cristina de Melo Gomes, Nielsen Carvalho de Magalhães, Carlos Eduardo Gomes Senra, Janine Barbosa Fajardo, Marcela Bastos de Miranda, Nilton Rodrigues de Souza( vice-presidente do CMS,) Celso Luiz Ramos e Flávio Henrique Falcão Araujo (presidente do CMS), tendo como apoio administrativo, da servidora Rosimeire de Souza Oliveira .

O presidente do CMS, Flávio Falcão, informou aos conselheiros que a Prefeitura Municipal de Além Paraíba iniciou o processo de compra dos respiradores através de processo de licitação e que houve a aprovação, na Câmara Municipal de Além Paraíba, da abertura de crédito orçamentário no valor de R$ 650.000,00 para a aquisição dos mesmos.
Os Conselheiros quiseram saber qual seria a real situação do Hospital São Salvador (HSS) no que tange ao número de respiradores e leitos hospitalares; se os profissionais estavam equipados com os devidos materiais de EPIs e quais são as ações da Secretaria Municipal de Saúde, referentes à Covid-19 e seus impactos no município e Flavio informou que o HSS possui hoje sete respiradores, no entanto, apenas um estava sendo usado. Com relação aos leitos hospitalares relatou que há a possibilidade de expansão para até 12 (doze) leitos de cuidados intensivos, conforme previsto pelo plano de contingência da Macrorregião Sudeste. Quanto ao material de EPIs Flávio disse que até o presente momento todos os profissionais estavam bem equipados com os requisitos necessários à proteção.
Flávio relatou ainda que no início, os hospitais de referência para tratamento da Covid-19, seriam em Juiz de Fora, visto que havia um entendimento quanto à centralização do atendimento hospitalar, porém, os municípios entenderam que o melhor era descentralizar o atendimento, ficando cada região com um atendimento de referência COVID, havendo retaguarda dos hospitais e Unidades de Pronto Atendimento dos municípios de pequeno porte como Pirapetinga, Laranjal, Palma, Recreio, Volta Grande, Estrela Dalva etc, para casos não considerados extremos.
Com relação às condições clínicas, quando o paciente com sintomas de Covid-19 chegam ao hospital, imediatamente após informar os sintomas, eles são encaminhados para espera e atendimento em outra sala, havendo fluxo diferenciado para os mesmos - destacou. Quantos aos impactos da Covid-19 na Secretaria Municipal de Saúde, Flávio relatou que o trabalho vem sendo realizado em equipe e disse que o Município estaria dentro dos próximos dias implantando a (UBC) Unidade Básica do Covid-19, sendo a mesma instalada nas dependências do CEC (Cento de Educação e Cidadania), no Bairro da Saúde. Segundo o presidente do CMS, a UBC contará com uma equipe de multiprofissionais, como Médicos, Enfermeiros, Dentistas, Auxiliares e Técnicos de Saúde e, ainda, que todos os pacientes sintomáticos de COVID-19 que venham a ser abordados na barreira sanitária, serão encaminhados para esta unidade específica.
Com relação às verbas anunciadas e destinadas à Prefeitura Municipal de Além Paraíba, Flávio disse que até aquela data nada havia ainda nos cofres municipais.
Para dar continuidade ao acompanhamento do CMS às ações da saúde no Município, o conselheiros solicitaram que fossem encaminhados os seguintes ofícios: 1) À Coordenadora de Vigilância em Saúde, Juliana Mariano, para prestar maiores esclarecimentos quanto ao cenário epidemiológico municipal sobre o Covid-19; 2) À Secretaria Municipal de Saúde, solicitando elaboração de uma normativa que institua o Comitê de Enfrentamento do novo Coronavírus, incluindo-se os membros do CMS que foram designados parta tal função na reunião extraordinária realizada em 16.03.2020, bem como maiores esclarecimentos sobre como se deu o andamento do processo seletivo simplificado para contratação de profissionais em atuação na Barreira Sanitária; 3) Ao HSS, solicitando à instituição informações sobre: a) como tem se dado o fluxo de atendimento em suas dependências para enfrentamento do Covid-19; b) Quantidade de leitos na UTI devidamente equipados e se há potencial de ampliação de leitos de UTI; c) Existência de equipe e o quantitativo de profissionais em atuação nas alas voltadas aos cuidados do COVID-19 .

O Conselho Municipal de Saúde de Além Paraíba voltará a se reunir HOJE, dia 21, mais uma vez através de videoconferência.

 

Por: Sônia Carvalho

 

 

 

conselhosaude.jpg

 

 

 

 

 

 

 

O município de Sapucaia apresenta, até a data de hoje, 18 de maio, 279 casos de síndrome gripal. Desse total, 68 casos já estão confirmados como infectados pelo novo coronavírus. Já são cinco óbitos por Covid-19 em Sapucaia. A boa notícia é que hoje existem no município 17 pacientes recuperados da doença.
Somente hoje, foram confirmados mais onze casos de coronavírus no município.
"Hoje, infelizmente, registramos mais 11 casos de covid-19 no município, a maior parte contatos de pessoas que já haviam testado positivo. Os pacientes são dos distritos de Anta (5), Jamapará (5) e Centro de Sapucaia (1). Confirmamos, ainda, 1 recuperação"- informa a Prefeitura de Sapucaia.
A Secretaria de Saúde do município tem divulgado, diariamente, um boletim bastante claro com relação aos casos e com mapeamento da doença nos distritos.
Veja os dados completos no boletim que ilustra essa matéria.

sapucaianovo.jpg

O município de Estrela Dalva (MG) registrou, neste sábado, 16 de maio, o primeiro falecimento em decorrência da Covid-19. Trata-se de um homem, de 80 anos, que se encontrava internado na Santa Casa, de Leopoldina. Seu caso se agravou e evoluiu a óbito.
A prefeita municipal de Estrela Dalva, Fátima Guerra, fez uma nota, comunicando a notícia à população. Ela lamentou o óbito e pediu aos moradores de Estrela Dalva, "mais do que nunca" a intensificação de medidas de higienização, uso de máscaras e isolamento social.

Leia, na íntegra, o pronunciamento da Prefeita, enviado ao Jornal Agora:


Prezados cidadãos,
Eu, Maria de Fátima Guerra Cabral, Prefeita Municipal de Estrela Dalva, venho a público com muito pesar, informar que, infelizmente, como já deve ser de conhecimento de muitos, nosso município registrou o primeiro caso de falecimento em razão da Covid-19 - Um querido munícipe que encontrava-se internado na cidade de Leopoldina.
Desde já, me solidarizo com a família enlutada, externando meus sinceros sentimentos e me colocando à disposição para ajudar no que for de meu alcance.
Apesar desse difícil momento, gostaria de dizer à todos, que a Administração Municipal vem trabalhando incessantemente para que esse mal não se alastre em nossa cidade, seguindo à risca todas as orientações dos órgãos superiores de saúde, bem como do Ministério Público.
Contudo, estamos diante de um inimigo silencioso, perigoso e imprevisível, que não escolhe classe social, opção sexual, cor ou religião.
Portanto, a luta continua exigindo de nós, mais do que nunca, a união de forças, para que possamos combater a proliferação do vírus, fazendo cada um a sua parte - evitando aglomerações, promovendo o isolamento social, usando máscaras de proteção, promovendo a necessária higienização, respeitando sempre as medidas impostas pelo Poder Público, Enfim, tomando todas as precauções possíveis.
Apesar da dor e do medo que hoje todos nós comungamos, devemos seguir de cabeça erguida, com a fé de que logo logo isso tudo vai passar, eu acredito! -

boletim_estreladalva.jpg

estrela_dalva.jpg

 

 

 

O Hospital São Salvador de Além Paraíba, nestes quase dois meses de quarentena devido ao coronavírus, tem recebido inúmeras doações e ações de solidariedade por parte do povo alemparaibano.
Dentre as pessoas e empresas com ações de solidariedade para com o HSS, destaca-se o Supermercado Mais por Menos (da rede Opa) que fez doação de material de higienização e EPIs para o hospital. Foram doadas cem máscaras para enfermagem e três caixas de álcool gel.
Também a rede de farmácias do grupo Farma Popular de Além Paraíba (empresário Marcelo Torres) prestou a sua solidariedade ao HSS, através de doações de equipamentos de proteção tais como luvas de procedimentos, toucas, aventais descartáveis, óculos de proteção e álcool 70% em spray para superfícies.
A loja 100% Embalagens doou álcool em gel, papel higiênico, lenço umidecido, sabonete líquido, detergente, cloro e protetor facial.
O empresário Gilsinho Cruz, da fábrica de velas, fez uma doação de R$ 10.000,00 (dez mil reais). O valor foi usado para o conserto de dois aparelhos respiradores mecânicos da UTI do hospital.
Além das doações citadas, o HSS recebeu também tecido TNT, máscaras; aventais, álcool gel e óculos de proteção; capotes; verduras e legumes; 100 lençóis, 100 fronhas e 100 colchas- doações essas vindas de diferentes pessoas anônimas da comunidade de Além Paraíba.
As religiosas e comunidade do Colégio dos Santos Anjos também tem enviado mensagens de força e fé para os funcionários, adoçando o trabalho desses com bombons de chocolate. Ainda do Colégio dos Santos, a cada sábado tem sido levados aos trabalhadores e enfermos do Hospital momentos de bênçãos, fé e musicalidade. A Irmã Marcélia, acompanhada do Professor Pedro Rocha, tem comparecido ao HSS e, com o auxílio de um carro de som, levam a todos uma mensagem de força, com orações e muitas canções motivadoras de esperança e fé em Deus.
A solidariedade da população alemparaiba para com.os atingidos pelo novo coronavírus tem sido um alento aos corações nestes tempos de pandemia.


1.jpg

Edwards Oliveira Demarco, grande parceiro do HSS doou 100 lençóis, 100 fronhas e 100 colchas.

2.jpg
Lions Clube Além Paraíba fez doação de álcool gel e óculos de proteção.


e0c6ee49-7b81-4771-b2f2-bd57403013ad.jpgO empresário Gilsinho Cruz, da fábrica de velas, fez uma doação de R$ 10.000,00 (dez mil reais). O valor foi usado para o conserto de dois aparelhos respiradores mecânicos da UTI do hospital.

 

 100porcento.jpg
A loja 100% Embalagens doou álcool em gel, papel higiênico, lenço umidecido, sabonete líquido, detergente, cloro e protetor facial.


5.jpgReceberam doações de capotes (Isadora Conde), máscaras (Valdirene, Monica, Neném e Rômulo), verduras e legumes (Quitanda Serrana).


6.jpgReceberam doações de TNT (Drogaria Mineira e André Borges), máscaras (Mara Caçador) e aventais (Emiliano Paropas).

doacoeshss.jpg

 

A Prefeitura de Sapucaia anunciou nesta terça-feira (12) a quarta morte pelo novo coronavírus. Trata-se de um senhor de 71 anos, residente do distrito de Anta e que estava internado em Miguel Pereira. A cidade também registrou mais um caso da doença, de um morador do distrito de Jamapará.

De acordo com o último boletim epidemiológico, 19 ocorrências foram descartadas, 18 estão em análise e 43 foram confirmadas. Destas, sete pacientes estão internados e cinco recuperados, além dos óbitos citados anteriormente. A prefeitura ainda investiga três mortes suspeitas.

Fonte: Site Tribuna do Sul

 

sapucaia_quintamorte.jpg

Na tarde de hoje, 11 de maio, o Hospital São Salvador, publicou em sua rede social, no Facebook, a informação de quatro pacientes que foram curados da doença COVID-19 em Além Paraíba. Além desses quatro, nos últimos dias, já foram curados mais quatro. Com isso, oito pacientes se recuperaram da doença causada pelo novo coronavírus, tendo 100% eficácia o tratamento instituído até o momento, sem nenhum óbito. O hospital informa que ainda existem seis pacientes internados, sendo um em estado grave na UTI, unidade de terapia intensiva, todos respondendo ao tratamento.
Em sua publicação, o Hospital São Salvador agradeceu a toda equipe de profissionais envolvidos nessa luta em naquela instituição .
Mesmo com recursos limitados e sem nenhuma ajuda pública significante até o presente momento (Estado, União e Município ), o Hospital São Salvador segue na sua missão a fim de que não haja perda de nenhuma vida humana.
A direção do HSS também pelas inúmeras doações já feitas por empresários e pela população em geral nesse difícil momento.

 

curadocovidalem.jpgDionata Malaquias, o primeiro recuperado de Covid-19, no dia 30 de abril.

Outros sete pacientes na tiveram alta nesses últimos 12 dias.

 

 

97187212_1579175125593812_3327845256279359488_n.jpg96387752_1579175178927140_1233447936633864192_n.jpg96364639_1579175235593801_7799524901454348288_n.jpg96257040_1579175122260479_1053242572161417216_n.jpg

 

 

 

HSS_ALEMPARAIBA.jpg

Pagina 1 de 11