Saúde

Saúde (56)

A Unidade da Fundação Hemominas de Além Paraíba precisa contar com a solidariedade da população para que o atendimento aos hospitais não seja prejudicado. Em função da falta de combustíveis, o hemocentro não tem recebido doadores de sangue oriundos de municípios da região e por isso está convocando pessoas de qualquer grupo sanguíneo, principalmente moradores de Além Paraíba, para que doem sangue e ajudem a Hemominas a manter um estoque satisfatório para atender a toda comunidade. A doação pode ser realizada de 2ª a 6ª feira das 7:00h às 10:30h.Podem doar sangue cidadãos com boa saúde, idade entre 16 e 69 anos. Os candidatos devem apresentar um documento oficial que tenha foto, pesar no mínimo 50 quilos, não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas, não ter tido hepatite após os 11 anos de idade, e que não tenham doença de Chagas.   Outros critérios serão avaliados durante a triagem clínica. Mais informações pelo telefone: 32-3466-6600 ou no sitewww.hemominas.mg.gov.br.  Doe sangue, com certeza você é o tipo de alguém!

Mesmo trabalhando muito para diminuir o número de focos de dengue em Além Paraíba, a equipe responsável pela combate a dengue no município acaba de concluir um levantamento que concluiu que é de 5,96% o índice de infestação em Além Paraiba, muito acima do pretendido pela Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais, que estabelece como meta índice inferior a 1%.

Os Bairros com maior índice de infestação são os seguintes: Ilha Recreio = 16,66%; Morro São Sebastião/Banqueta/Terreirão = 14,73%; Praça da Bandeira/Granja/Morro dos Cabritos = 11,18%; Morro da Conceição/Planeta = 11,09%; Jardim Paraiso = 10,34%; Morro do Cipó = 9,25%; Porto/Ilha do Lazareto = 9,08%; Morro Santa Rosa = 8,86%; Esplanada = 7,69%; Terra do Santo = 6%

Importante ressaltar que Bairro da Saúde, Morro do Timbira, Ilha Gama Cerqueira e Sitio Branco tiveram índice 0 e contribuíram para puxar o índice geral para baixo. (Por: Carlos Roberto “Banjo”- Rádio Mix-102,7)

Inaugurado no dia 04 de setembro o Studio da Academia Vip.com, na rua Dr. Sobral Pinto, Vila Laroca.
A proposta do Studio é oferecer maior suporte para as pessoas que precisam de mais atenção, possuem dificuldade em utilizar os aparelhos ou que estão passando por algum processo de reabilitação e desejam um incentivo a mais para alcançar os seus objetivos!
O Studio funciona três vezes por semana, com no máximo quatro alunos por professor. Quem se matricular no Studio tem o direito de frequentar a Academia Vip.com gratuitamente.
Durante todo o dia da inauguração, os alunos e visitantes puderam se deliciar com um lanche oferecido pela nutricionista, Laís Claro, e a música ao vivo ficou por conta da dupla Paulo Miguel e Anderson Lima.
A Academia Vip.com, fica localizada na Rua Doutor Sobral Pinto, 614 - Vila Laroca – Tel:. (32) 3462 1736 .

9d2247f7-e988-47cd-a63e-262dab805a55.jpg884f94c3-b6af-4e15-b78d-427036048105.jpg72d79a6d-c776-4c0e-8cb6-0cdbe764760c.jpg

O Além Vest Moda, núcleo lojista do programa Empreender, desenvolvido pela ACE AP, Associação Comercial e Empresarial de Além Paraíba, realizará, dia 26 de outubro, no Além Paraíba Tênis Clube, às 20 horas, o II Outubro Rosa. O convite do evento, que terá jantar, desfile e música de Leila Ribeiro, custa R$ 30,00 e todo o lucro será revertido para as Voluntárias Sociais de Além Paraíba e o Pró Criança. Os convites podem ser encontrados nas lojas do Além Vest Moda:
No ano passado, a primeira edição do evento doou para cada uma das instituições o valor de R$ 4.389, 53 (Quatro Mil Reais, Trezentos e Oitenta e Nove Reais e Cinqüenta de Três Centavos). (Amanda Silveira – Ascom/ACEAP)

A Fundação Hemominas informa que realizará mais uma coleta de sangue noturna em Além Paraíba nesta terça-feira, dia 29 de Agosto. O atendimento aos candidatos à doação será das 17h às 20h, na Unidade da Hemominas, localizada à Rua Felizarda Esquerdo, 45, Ilha Recreio (ao lado da Secretaria de Saúde). A previsão é que sejam atendidos 30 candidatos.  Podem doar sangue cidadãos com boa saúde, idade entre 16 e 69 anos. Os candidatos devem apresentar um documento oficial que tenha foto, pesar no mínimo 50 quilos, não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas, não ter tido hepatite após os 11 anos de idade, e que não tenham doença de Chagas.  Quem foi imunizado contra gripe H1N1 deve aguardar 48 horas para doar sangue. Para candidatos com idade de 16 e 17 anos, a doação de sangue será permitida com a presença do responsável legal. Caso o menor venha desacompanhado, este deverá apresentar autorização assinada e cópia do documento de identidade do responsável. O modelo de autorização está disponível no site www.hemominas.mg.gov.br.  Outros critérios serão avaliados durante a triagem clínica.  (Carlos Roberto “Banjo” – Rádio 102,7)

Segundo a Secretária Municipal de Saúde, Bethânia Reis de Souza Gracioli está preocupada com a baixa procura de vacinas contra a febre amarela. Com a constatação de que dois macacos morreram com o vírus da doença nas imediações do Sítio Branco, Além Paraíba passou para um novo estágio de imunização contra a doença. Vacinas foram disponibilizadas para que todos que possam sejam devidamente imunizados. A baixa procura além de deixar pessoas expostas a doença que pode ser fatal em muitos casos, inutiliza muitas doses da vacina. Ocorre que quando o frasco da vacina é aberto as doses precisam ser aplicadas em até 6 horas. Após esse prazo a vacina perde a eficácia e tem de ser descartada. A Secretária Bethânia afirmou que não há casos sequer suspeitos da doença em Além Paraíba e que os macacos infectados morreram há cerca de 2 meses mas que o laboratório que examina os animais mortos demora a fornecer o resultado. Segundo Bethânia, no início do ano quando ocorria o surto da doença no Brasil e em especial em Minas Gerais a procura foi enorme e cerca de 50% da população foi vacinada mas agora é preciso dar continuidade ao procedimento para que a cidade fique de fato livre da doença. A vacina contra febre amarela tem eficácia de 10 anos portanto quem tem certeza que tomou a vacina há menos de 10 anos não precisa tomar novamente. Pessoas com mais de 60 anos, portadores de doenças crônicas, imunodeprimidos, em tratamento de quimioterapia e portadores de comorbidades podem tomar a vacina desde que tenham prescrição médica. Crianças a partir de 9 meses de idade também já podem ser vacinadas mas em casos especiais, sempre com orientação médica a vacina pode ser dada em crianças com meses de 9 meses. A vacina contra a febre amarela está disponível nos postos de saúde de Além Paraíba. Maiores informações podem ser obtidas na Secretaria Municipal de Saúde pelo telefone 34626800. É importante levar o cartão de vacinação.

FEBRE AMARELA JÁ MATOU 162 PESSOAS EM MINAS

A febre amarela já matou 162 pessoas em Minas Gerais e outros 15 óbitos seguem em investigação. De janeiro até agora, foram notificados 1.696 casos suspeitos, sendo que 1.111 casos foram descartados, 475 foram confirmados e outros 110 casos seguem em investigação. O último caso confirmado teve início dos sintomas no início de junho. O boletim atualizado da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais foi divulgado ontem por causa de duas novas mortes de macacos, dessa vez registradas aqui em Além Paraíba. A Secretaria de Saúde de Minas foi notificada no dia 10 de agosto de 2017 do resultado laboratorial dos dois animais, encontrados mortos, na zona rural do município. As coletas ocorreram nos dias 3 e 17 de julho de 2017 e foram positivas para febre amarela. Outras três amostras do município, colhidas nos meses de março, maio e julho de 2017, foram não detectáveis. Segundo a Secretaria, as mortes de macacos sinalizam eventual risco de casos de febre amarela silvestre em humanos, pois mostram a circulação do vírus na área de ocorrência. Diante disso, devem ser desencadeadas ações preventivas, tais como a intensificação da vacinação, principalmente com varredura na área rural. (Por: Carlos Roberto “Banjo”- Rádio 102,7)

Segunda, 14 Agosto 2017 00:00

HSS promove a campanha Luz Solidária

Escrito por

Dr Rafael e a administradora do HSS, Flávia Abreu.jpeg
Dr Rafael e a administradora do HSS, Flávia Abreu.

Com visíveis melhorias na infra estrutura e equipamentos, o Hospital São Salvador - HSS - ainda passa por dificuldades para gerir as despesas. Como alternativa para os déficits orçamentários, a atual administração promove a campanha LUZ SOLIDÁRIA, que embora já exista, não vem sendo divulgada, nos últimos anos. O objetivo da campanha é aumentar as doações, que hoje não ultrapassam R$ 3000,00 mensais.

Os valores doados, através das contas da ENERGISA são revertidos no pagamento da conta de energia do HSS, gerando uma economia em valores, que podem ser investidos em qualquer setor da administração da instituição. De acordo com o provedor do HSS, Dr. Rafael Gracioli, a instituição trabalha em déficit, sobretudo pelos repasses públicos, que são bem aquém das necessidades da manutenção de corpo médico e afins. Segundo ele, as reformas na estrutura física do hospital, muitas realizadas com recursos exclusivos, como o Pró-Hosp, foram necessárias até para que aumentassem os atendimentos de particular e convênios, que são hoje os principais recursos recebidos pelo HSS, e até para dar meios para os profissionais de saúde trabalharem.
A atual administradora do HSS, Flávia Abreu, está trabalhando intensivamente na divulgação dessa campanha. Segundo ela, com a doação de apenas R$ 2,00 de cada usuário da ENERGISA da cidade seria possível chegar a R$ 32.000,00 em doações, que seriam de muita valia para a instituição de Saúde. Dr. Rafael comentou também que, das cidades da região, apenas Sapucaia tem convênio de repasse financeiro com o HSS, embora muitas outras usufruam dos serviços de atendimento, que hoje são referência na circunvizinhança. Ele afirmou também que as doações feitas para outras instituições, em cidades vizinhas, são válidas, mas é necessário que a população entenda que o Hospital São Salvador é seu patrimônio e que é aqui que será feito seu atendimento, sobretudo em casos de urgência. Além disso, os valores repassados para o HSS, pelo SUS, são bem menores do que os da a maioria dos hospitais da região e, embora a Secretária de Saúde de Além Paraíba, Bethania Reis Gracioli, tenha conseguido aumentar o repasse municipal, ainda são escassos os recursos disponíveis.
No ano de 2016, o HSS realizou 30.474 atendimentos externos e, apenas no primeiro semestre de 2017, já foram realizados 17.181 atendimentos. Já os atendimentos internos, em 2016 foram 2.209 internações e, só no primeiro semestre desse ano, 1127. De acordo com Flávia, colocadas em escala os atendimentos e o índice de reclamações acerca desses, pode se constatar uma evolução imensa na eficácia do HSS. Dr. Rafael destaca que até os melhores hospitais do país podem cometer falhas de atendimento e que, claro, essas devem ser sanadas, mas que nosso hospital é hoje referência de qualidade.
Para realizar a doação, via conta da ENERGISA, basta preencher um formulário no próprio HSS, ou com as representantes da instituição, que estarão nos correspondentes bancários e fazendo visitas nas residências, devidamente identificadas. Sempre se lembrando que o Hospital São Salvador é nosso e que diversas benfeitorias já foram feitas, nos últimos anos, visando ao melhor atendimento da população. (Amanda Silveira- ACEAP)

A rede Hemominas, que recebe coletas de sangue, faz transfusões e a manutenção de hemocomponentes, em Minas Gerais, está sofrendo com o baixo estoque de bolsas. Os principais motivos para a queda nas doações foram a epidemia de febre amarela e a época de inverno, que traz doenças como a gripe, segundo o diretor técnico do hemocentro de Belo Horizonte, Fernando Dasques. Para doar sangue é preciso pesar mais de 50 quilos, ter entre 16 e 69 anos, boa saúde e vontade de ajudar. Para menores de idade, entre 16 e 18 anos, é necessária autorização dos pais ou responsáveis. O Estado de Minas Gerais possui, além do Hemocentro de Belo Horizonte, outras 21 unidades de coleta de sangue onde é possível a pessoa fazer a doação. Doe sangue regularmente e ajude a quem precisa. Para mais informações, acesse saude.gov.br/doesangue.

Em 14 de junho comemora-se o Dia Mundial do Doador de Sangue. A Fundação Hemominas celebra a data lembrando a importância do doador voluntário de sangue tanto para a instituição quanto para os mais de 7 mil pacientes atendidos nos ambulatórias da rede Hemominas, além dos pacientes transfundidos em todo o estado .Durante todo o dia 14, algumas unidades da fundação irão realizar ações para homenagear os candidatos que comparecerem nas unidades para doar sangue.
No Hemocentro de Belo Horizonte, maior unidade da Hemominas no estado, os doadores serão recebidos com uma programação especial durante todo o dia. 
A Hemominas reconhece o doador como peça fundamental no trabalho da entidade que hoje é referência no fornecimento de serviços de hematologia e hemoterapia no Sistema Único de Saúde, o SUS. Desde 2003, desejando ampliar e socializar a reflexão sobre a realidade das pessoas com hemoglobinopatias e coagulopatias, a Fundação Hemominas criou o Dia do Paciente Hemominas – também comemorado em junho, porém no dia 24.


Sobre a data:

Com o objetivo de homenagear e agradecer aquelas pessoas que se mobilizam para salvar vidas diariamente por meio da doação de sangue, a data de 14 de junho foi instituída no ano de 2005 pela Organização Mundial de Saúde durante a 58ª Assembleia Mundial de Saúde.
A escolha da data foi feita devido á comemoração do nascimento do médico austríaco Karl Landsteiner, que foi responsável pela classificação dos Grupos Sanguíneos ABO e a descoberta do fator RH.
A Organização Mundial de Saúde orienta aos Estados Membros que apoiem e promovam a doação de sangue voluntária e não remunerada e que os critérios para seleção de doadores sejam rigorosos.


Além Paraíba sediou a II Feira de Pró-Genética da ABCZ - Associação Brasileira de Criadores de Zebu, evento este realizado nos dias 07 e 08 de abril na sede do sindicato Rural de Além Paraíba. A Feira contou com a exposição de diversos animais de criadouros respeitáveis como Transmontana de Vassouras, com gado Brahman, Alencar Zamboni, com o Gir, Luiz Cláudio Vieira, com o Nelore e Márcio Gregg, com o Tabapuã. oferecendo excelentes animais com preços bem abaixo do mercado.

A Feira teve como objetivo a melhora na qualidade do rebanho local, fomentando assim bons negócios entre os produtores da região.

A noite de sexta-feira, dia 07, os produtores puderam assistir uma palestra ministrada por Renato Chalub, técnico da ABCZ. A palestra aconteceu no tartesal de leilões do Sindicato Rural.

O Vereador e produtor rural Rodrigo França, foi um dos idealizadores da Feira.

( Texto e fotos: Sônia Carvalho)

Pagina 1 de 4