Cotidiano

Cotidiano (670)


Na manhã do dia 10 de junho, a Associação Comercial e Empresarial de Além Paraíba recebeu seus associados, convidados e autoridades para a concretização de um sonho – a inauguração de sua nova sede, na Rua Angelino Garbois, 95, nas instalações do SESI, Ilha do Lazareto. A obra, que foi finalizada no início desse mês, trouxe para a ACE mais conforto e acessibilidade.


A Vice Presidente da FEDERAMINAS e Coordenadora Estadual do programa Empreender, Cleide Bersani (foto) comentou em seu discurso o excelente trabalho da instituição alemparaibana, que, segundo ela, é uma das mais desenvolvidas, dentre as cerca de 400 associações de Minas Gerais. Cleide exaltou a liderança da gerente, Alina Gomes, a determinação da equipe e a presença constante do Presidente, Rogério Lobo nos processos implementados na ACE de Além Paraíba. Nesse momento, ela chamou a equipe para que fizesse uma homenagem à gerente, Alina Gomes.

O Prefeito Municipal, Fernando Lúcio Donzeles, presente à inauguração, falou sobre a importância da Associação Comercial no desenvolvimento local e declarou-se emocionado por fazer parte de sua história, visto que quando mais jovem fez parte da equipe da ACE.




O Presidente da ACE AP, Rogério Lobo (foto), citou nominalmente, em sua fala, cada uma das funcionárias de sua equipe e os serviços prestados pela instituição, além de exaltar a importância da Diretoria e do Conselho Fiscal e de comentar o sucesso do Programa Empreender e seus seis núcleos, já em pleno desenvolvimento. Rogério citou ainda, aproveitando a presença do Comandante da 3ª Cia do Corpo deBombeiros,Capitão PatrickTavares, o adiantamento nas negociações para a vinda de uma unidade avançada do Corpo de Bombeiros para Além Paraíba.

Compuseram a mesa, o Presidente da ACE, Rogério Lobo; a Gerente da ACE, Alina Gomes; a Vice-Presidente da Federaminas, Cleide Bersani; o Prefeito Municipal de Além Paraíba, Fernando Lúcio Donzeles; o Comandante da 3ª Cia do Corpo deBombeiros,Capitão PatrickTavares; o Capitão da Polícia Militar de Além Paraíba, Capitão Flávio Luiz de Campos; e o Secretário da Câmara Municipal, Vereador Gelson Luiz de Moura.

Foi servido um café da manhã aos presentes, parte dele produzido pelo núcleo rural do Programa Empreender, desenvolvido pela ACE, “As Marias de Torrentes”. (TEXTO: Amanda Silveira/ Comunicação ACE-AP/ FOTOS: Rall Brandão Netto- JORNAL AGORA)

 O Conselho Tutelar de Além Paraíba, através de relatório assinado pelo Conselheiro Jorge Luiz Leite Dutra, divulgou os atendimentos prestados no mês de maio deste ano. Entre os 136 atendimentos  dos conselheiros tutelares, destaque para 7 casos de Conflito Familiar, 8 orientações, 16 notificações, 14 casos de rebeldia, 20 casos de negligência, 11 termos de responsabilidade, 10 casos de evasão escolar, 17 casos de Ato Infracional, 6 Encaminhamentos, 1 caso de Trabalho Infantil, 2 casos de conflito escolar, 6 casos de abrigamento, 1 caso de abuso sexual, 8 casos de advertência, 1 caso de violência doméstica, 4 casos de maus tratos e 4 requisições..   O Conselho Tutelar funciona na Rua Capitão Mendes, 14, em São José, e atende pelo telefone (32)3462-3400. O telefone do plantão é o (32)8821-9201 (FONTE: Rádio Mix Além Paraíba)

Oficialmente o inverno começou no último domingo, 21 de junho.
Nesta época, a atenção deve ser redobrada com os equipamentos de alta potência, como chuveiros, que devem ser utilizados de forma consciente.
Seguem algumas dicas da ENERGISA, que podem gerar economia para o ano todo, inclusive no inverno.

Energia elétrica sem desperdício:

Veja aqui algumas dicas para economizar energia o ano todo, inclusive no inverno.

Oficialmente o inverno começou neste domingo, 21 de junho. Nesta época, a atenção deve ser com os equipamentos de alta potência, como chuveiros, que devem ser utilizados de forma consciente.

Atitudes simples e uso consciente da energia podem gerar economia para o ano todo, inclusive no inverno. Veja as dicas da Energisa em Minas Gerais:

- O chuveiro é o aparelho que mais consome energia elétrica, responsável, em média, por 25% do consumo residencial. Com a temperatura regulada no modo inverno, o gasto pode ser até 30% maior. Você não precisa abrir mão do banho quentinho, mas evite demorar no banho.


- Prefira o chuveiro eletrônico, que gera uma economia de até 35% de energia e 40% de água.

- Nunca coloque alimentos quentes ou recipientes com líquidos destampados na geladeira. Assim, você exige menor esforço do motor, gastando menos energia, já que a circulação interna de ar quente faz com que o aparelho gaste mais energia até esfriar os alimentos.

- Ao usar a lavadora de roupas, acumule a quantidade necessária para usar a capacidade máxima indicada pelo fabricante.

- Utilize a lava-louças somente quando ela já estiver cheia.

- Utilize lâmpadas fluorescentes e economize até 70% em relação às incandescentes.

- Aproveite a luz natural, abrindo janelas e cortinas durante o dia.

- Dê preferência às cores claras para paredes e tetos, pois elas refletem melhor a luminosidade.

- Passar, de uma só vez, a maior quantidade possível de roupas e utilizar a temperatura indicada no ferro para cada tipo de tecido, deixando as roupas mais leves para o final, é uma ótima dica de economia.

- Não utilize vários equipamentos elétricos ao mesmo tempo e evite o uso dos aparelhos mais potentes no horário de pico.

- Evite deixar aparelhos eletrônicos como TV e computador ligados sem necessidade. Sempre que possível, programe o desligamento automático. A função stand-by também consome energia.

 

- Nunca deixe seu aparelho celular, câmera digital e outros "dormir" carregando, ou seja, dê a carga e retire-os da tomada. Só carregue o tempo necessário especificado no manual


A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou, no último dia 16 de junho, índice de Reajuste Tarifário Anual da Energisa Minas Gerais, que passou a valer a partir de 18 de junho de 2015. O efeito médio a ser percebido pelo consumidor será de 3,06%. A tarifa para o consumidor residencial terá reajuste de, em média, 2,96%. Já os clientes de alta e média tensão, como indústrias, terão um aumento médio de 3,39%. O Reajuste Tarifário Anual é um processo regulado pela Aneel, incluído no contrato de concessão da empresa.

O reajuste irá atualizar parte dos custos da empresa que não foram contemplados na Revisão Tarifária Extraordinária (RTE), aplicada no início de março por todas as empresas de distribuição de energia do país, entre elas a Energisa Minas Gerais, em caráter de urgência. A RTE teve como objetivo reposicionar dois itens: a Conta de Desenvolvimento Energético – CDE e os custos com compra de energia no mercado.

O quadro abaixo apresenta o efeito médio que será percebido pelos clientes entre os diferentes níveis de tensão (Baixa Tensão e Alta/Média Tensão).


Os itens que mais impactaram o Reajuste Tarifário da Energisa Minas Gerais foram os custos dos Encargos Setoriais, com amplo destaque ao valor relativo à Conta de Desenvolvimento Energético-CDE. O valor da energia elétrica está mais caro no mercado. Isso porque, por conta da crise hídrica, o ONS – Operador Nacional do Sistema aumentou o despacho de usinas térmicas no país, que possuem um custo de produção mais elevado que as outras fontes de energia. Este fator tem deixado as contas de luz mais caras em todas as regiões do Brasil.

A prestação do serviço de distribuição de energia elétrica pela Energisa Minas Gerais representou apenas 1,81% do reajuste tarifário. No período a variação do IGP-M foi de 4,11% e do IPCA de 8,27%.

O quadro abaixo mostra a divisão da fatura de energia elétrica em cada um dos itens que compõem a cadeia do setor elétrico brasileiro, considerando a receita da concessionária acrescida dos impostos e tributos (ICMS, PIS/COFINS, etc). A tarifa final do consumidor da Energisa Minas Gerais contém 42,67% de encargos e impostos.


A parte que cabe à distribuidora de energia representa apenas 23,69% da composição da tarifa. É por meio dessa parcela que a Energisa Minas Gerais distribui energia a todos os clientes, paga funcionários, fornecedores e prestadores de serviço, mantém e amplia a rede e os sistemas elétricos, além de investir na modernização e melhoria crescente da qualidade dos serviços prestados.

Como é calculada a tarifa
Nesse processo, a receita requerida da empresa, chamada “receita do serviço de distribuição”, pode ser dividida em dois grandes conjuntos de repasse de custos:

Os custos da Parcela A e Parcela B são discriminados da seguinte forma:

Parcela A - Custos não gerenciáveis (custos cujo controle escapa à gestão das empresas de distribuição), formado por:
o Compra de Energia
o Conta de Desenvolvimento Energético – CDE
o Taxa de Fiscalização da ANEEL – TFSEE
o Encargos de uso da transmissão e da distribuição: CUST e CUSD
o Taxa de Administração do ONS
o Pesquisa e Desenvolvimento – P&D
o Encargos de Serviço do Sistema – ESS
o Encargos de Energia de Reserva – EER
o Programa de Incentivo a Fontes Alternativas – Proinfa

• Parcela B - Custos gerenciáveis
o Despesas Operacionais
o Reintegração e Remuneração do Investimento
o Imposto de Renda e Contribuição sobre o Lucro Líquido – IR/CSLL

É da Parcela B, excluindo os impostos sobre o faturamento, renda e contribuições, que a concessionária vai buscar recuperar os custos de operação associados à distribuição da energia elétrica, realizar os investimentos necessários à expansão e à melhoria do serviço - garantindo sua continuidade e segurança - e remunerar o capital investido. (FONTE: Assessoria de Comunicação da ENERGISA)

O governador do Estado do Rio, Luiz Fernando Pezão e o secretário do Ambiente, André Corrêa, assinaram no início deste mês de junho, o decreto que autoriza a criação dos primeiros Refúgios da Vida Silvestre (RVS).
Situada às margens do Rio Paraíba do Sul, a área de 12 mil hectares vai contribuir para a segurança hídrica do estado, já que o rio é responsável pelo abastecimento de grande parte da população, incluindo a Região Metropolitana.
Durante o evento, foi lançado o Atlas das Unidades de Conservação do Estado do Rio de Janeiro, que reúne informações e mapas georreferenciados de todas as unidades de conservação estaduais e federais.
A área de preservação abrange 13 municípios do Médio Paraíba, a maioria dos quais não conta com unidades de conservação em seus limites: Três Rios, Paraíba do Sul, Rio das Flores, Vassouras, Valença, Barra do Piraí, Pinheiral, Volta Redonda, Barra Mansa, Quatis, Porto Real, Resende e Itatiaia.
O RVS do Paraíba do Sul também será fundamental para a preservação e reprodução de espécies ameaçadas de extinção, como o cágado-do-paraíba e o surubim-do-paraíba. Ambas constam nas listas vermelhas da União Mundial para a Conservação da Natureza (IUCN), do Ministério do Meio Ambiente e do governo estadual. (Rádio Mix Além Paraíba/ teretotal.blogspot.com)


Os dados divulgados pelo Caged, disponíveis no site do Ministério do Trabalho, mostram que a variação de empregos com carteira assinada em Além Paraíba ficou positiva em abril. O levantamento apontou 144 contratações e 133 demissões, com saldo positivo de 11 vagas. Nos últimos 12 meses (de maio de 2014 a abril de 2015), o saldo ficou negativo em 132 vagas. Nos primeiros 4 meses deste ano, o saldo está negativo em 93 vagas, com 479 contratações e 572 demissões. (FONTE: Rádio Mix Além Paraíba)


O SESI de Além Paraíba iniciará em junho mais uma modalidade de exercícios voltados para todas as idades. Trata-se do circuito funcional, uma série de exercícios com o próprio corpo ou com aparelhos específicos, visando ao desenvolvimento de capacidades físicas como força, velocidade, agilidade, desenvolvimento aeróbico. O treinamento funcional melhora a postura e o bom equilíbrio em todos os membros, aperfeiçoando toda a definição do corpo, otimizando seu desempenho para as tarefas e reduzindo lesões degenerativas e dores. As inscrições estão abertas no SESI e o custo será de 40 reais mensais. O horário das atividades será: segundas e quartas, às 17 horas, e terças e quintas , às 8 horas. Informações pelo telefone 32 3462 9234. (Amanda Silveira- Comunicação ACE-AP)

No mês de maio, a ANEEL transferiu 70 mil, 332 reais e 38 centavos para Além Paraíba a título de Compensação Financeira pela utilização de recursos hídricos para geração de energia elétrica pelas usinas de Furnas, em Simplício, e da Light, na Ilha dos Pombos. Do total, 42 mil 724 reais e 28 centavos foram repassados pela Light e 27 mil, 8 reais e 10 centavos por Furnas.
Nos primeiros 5 meses deste ano, o acumulado alcançou 250 mil, 534 reais e 70 centavos.
Em 2014, o total acumulado alcançou 715 mil, 464 reais e 93 centavos, o que significou 86,64% do total repassado em todo o ano de 2013, que alcançou 825 mil, 816 reais e 76 centavos. A perda de arrecadação em valores reais (incluindo a inflação do período) ficou próxima de 22%.
Este ano, até abril, foram repassados 180 mil, 202 reais e 32 centavos.
A Compensação Financeira é um percentual que as concessionárias e empresas autorizadas a produzir energia por geração hidrelétrica pagam pela utilização de recursos hídricos. As informações podem ser conferidas no site da Agência Nacional de Energia Elétrica. (FONTE: Rádio Mix Além Paraíba)

O dia dos namorados é a data especialmente feita para presentar e surpreender o amado ou a amada. No grande dia vale tudo, desde pequenas declarações, cartões, mensagens e até grandes surpresas. Se você quiser mesmo inovar, o importante é se preparar com antecedência para oferecer  ao seu amor um presente bem original. Presentear o namorado ou namorada com uma bela roupa, por exemplo, não impede que você coloque-a dentro de uma caixa personalizada ou que acompanhe um belo cartão feito ou pensado por você. Se você pensou em uma roupa, calçado ou acessório moderno, de bom gosto, em griffes de sucesso e com preços especiais, o seu presente do Dia dos Namorados está nas lojas PORTO SUNSET e VILA SUNSET- ambas funcionando em novos endereços. 
Foram inauguradas, na primeira quinzena de maio, as novas lojas PORTO SUNSET e VILA SUNSET. 

 

 

PORTO SUNSET

A loja PORTO SUNSET vem mostrando o que há de novo no mercado da moda já há quase quatro anos.
E, para o lançamento da nova coleção Outono/Inverno - masculino a PORTO SUNSET está em novo endereço e com uma mega estrutura- não perdendo nada para o designer das grandes lojas de São Paulo e Rio de Janeiro ( capitais da moda). A PORTO SUNSET, agora na Rua Cel. Oscar Cortes, conta com a fachada em vidro espelhado, um espaço decorado em estilo rústico, bem aconchegante, e com um toque de modernidade, todo iluminado por canhões de luz, tela com os melhores vídeoclipes do momento; além do conforto do ar refrigerado- tudo isso para proporcionar o melhor para os clientes e amigos. A PORTO SUNSET veste seus clientes masculinos com as melhores marcas: "Desert, Convicto, Vans, Jonny Size, Element, Starter, Reef, Levi’s, Redley, Píer e Kayland".

A PORTO SUNSET está localizada no novo endereço- centro de Porto Novo, Rua Cel Oscar Cortes 180 loja 01. Eduardo, Elaine e a jovem gerente Thamires, com toda a sua equipe, aguardam a sua visita. Se preferir agendar seu atendimento, é só ligar (32) 3462- 3040. A equipe da Porto Sunset está esperando por você.

 

 












VILA SUNSET

A VILA SUNSET, depois de algum tempo de funcionamento na Vila Laroca, também se mudou para o centro da cidade, e está em novo endereço, na Avenida Marechal Floriano, centro de Além Paraíba. A loja ficou mais espaçosa (com o mezanino onde ficam os provadores) e também bem mais bonita.

Com um ambiente direcionado para a clientela feminina- a VILA SUNSET continua com muito estilo, preços atrativos e qualidade no atendimento. A mulherada de bom gosto e antenada com o que há de mais moderno no mundo fashion sabe onde encontrar tudo o que há de mais novo na moda feminina para esse Outono/Inverno. Além das roupas que fazem a cabeça das mulheres, na Vila Sunset, é fácil encontrar: acessórios, bolsas, tênis da famosa marca Vans (o queridinho dos artistas), tamancos da Reef, óculos de sol e uma mega linha de perfumes importados.

 

A VILA SUNSET está localizada no novo endereço- centro de Porto Novo, na Avenida Marechal Floriano, 66, Loja B. É só ligar (32) 3462-8854.










A COPASA – Companhia de Saneamento de Minas Gerais, através de um comunicado à Prefeitura Municipal de Além Paraíba, emitido no último dia 30 de abril, assinado pelo Sr. Narcizo Lanini Filho, gerente do Distrito do Médio Rio Pomba – DTMR, informou que iniciará oficialmente, a partir do mês de junho de 2015, o serviço de abastecimento e distribuição de água nas localidades de Angustura e Marinópolis.
Segundo informou Narcizo Filho, a partir de junho, o serviço passará a ser cobrado pela COPASA aos usuários, com os seus valores e tarifas sendo definidos pela ARSAE MG - Agência Reguladora dos Serviços de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário do Estado de Minas Gerais.
O serviço de distribuição de água nestas localidades era, até então, feito através de captação em poços artesianos perfurados pela Prefeitura Municipal de Além Paraíba que, buscando prestar um serviço de melhor qualidade técnica à população destas áreas, transferiu, através de contrato, esta responsabilidade para a empresa COPASA.
Em Angustura, a Copasa vai continuar utilizando o poço artesiano existente para captação e instalou uma “casa de química”, para tratamento da água captada antes de sua distribuição pela rede.
Aproveitando o poço artesiano já existente em Marinópolis, a empresa Copasa perfurou um segundo poço às margens da BR 116, canalizando a água captada para a “casa de química”, instalada dentro do perímetro urbano da localidade, onde recebe aplicação de cloro e flúor, antes de ser distribuída para a população.
Ainda em Marinópolis, onde o calçamento asfáltico ficou comprometido com a perfuração de valas, para instalação de novas tubulações para captação e distribuição da água, informou o Sr. Márcio Magalhães— gerente do escritório da Copasa de Além Paraíba— que “todo a recomposição será executada pela Copasa nos próximos dias, tendo, inclusive, já efetuado a compra da massa asfáltica necessária, estando apenas aguardando a melhora do tempo, com muitas chuvas nos últimos dias, para a realização do serviço”. (Geraldo Vanini- Ascom PMAP)